Hyosung cria parceria para vestuário carbono negativo

A Hyosung estabeleceu um acordo com a empresa de materiais carbono negativos Origin Materials para industrializar matérias-primas especializadas de elevado valor, incluindo elastano, prosseguindo, assim, a aposta na sustentabilidade, que inclui a proteção dos oceanos.

©Hyosung]

A Hyosung Advanced Materials, a filial voltada para os materiais da Hyosung, assinou um acordo de vários anos para comprar materiais sustentáveis carbono negativo da Origin Materials, incluindo PET e um polímero híbrido PET/F (uma mistura de poliéster e furanodicarboxílico) para aplicação em pneus, carbonização hidrotérmica (HTC) para utilizar em baterias e derivados furânicos para elastano para a indústria do vestuário, entre outras.

A parceria decorre da tecnologia patenteada da Origin Materials, que consegue transformar o carbono encontrado em resíduos de madeira em materiais úteis, ao mesmo tempo que captura carbono no processo.

Estas matérias-primas vão ajudar no esforço de sustentabilidade da Hyosung Advanced Materials para responder às mudanças climáticas com foco na neutralidade carbónica e sectores de negócio mais amigos do ambiente. Em 2020, a Hyosung Advanced Materials obteve a classificação A do Carbon Disclosure Project em reconhecimento dos seus esforços para responder às mudanças climáticas e conquistou o estatuto de Honors Club em gestão de carbono na cerimónia de apresentação do CDP Climate Change Korea Award.

[©Origin Materials]
«A parceria com a Hyosung Advanced Materials é um marco significativo na nossa missão de fazer a transição do mundo para materiais sustentáveis», afirma Rich Riley, co-CEO da Origin Materials. «A oportunidade de trabalharmos juntos é extremamente vasta e estamos entusiasmados para desenvolver produtos de elevado valor para utilização numa ampla gama de mercados finais e aplicações, incluindo baterias, automóvel e vestuário. Juntos, podemos expandir a adoção da tecnologia da Origin e ajudar a impulsionar a mudança única no planeta para materiais sustentáveis que está a acontecer em todo o mundo», acrescenta.

Young Joon Lee, vice-presidente da Hyosung, adianta, em comunicado, que «estamos entusiasmados com esta parceria com a Origin Materials para seguirmos esse caminho juntos até às emissões zero através deste esforço inovador de desenvolvimento e comercialização de tecnologia. A sustentabilidade está no centro da estratégia de crescimento da Hyosung e acreditamos firmemente que a nossa forte parceria nos levará à vanguarda da liderança da indústria na área dos materiais renováveis».

Olhos também no mar

[©Hyosung]
Neste esforço de sustentabilidade, a empresa sul-coreana, que detém igualmente a marca Creora, juntou-se à plataforma Ocean Network, coordenada pela Surfers Against Sewage, uma associação voltada para a conservação marinha que trabalha com comunidades para proteger os oceanos, as ondas, as praias e a vida marinha ao longo da costa.

«A Hyosung tem orgulho em juntar-se à Ocean Network e colaborar com este grupo de líderes de negócio para reduzir a poluição mundial por plásticos nos nossos magníficos oceanos», refere Simon Whitmarsh-Knight, diretor de marketing mundial de têxteis na Hyosung.

A Hyosung começou a sua jornada de proteção ao oceano em 2007, tendo sido a primeira empresa a recolher e reciclar redes de pesa descartadas, que prejudicam a vida marinha. Sob este processo próprio, a empresa recentemente aumentou a sua capacidade de produção e relançou o regen ocean, um fio de poliamida feito com redes de pesca pós-consumo certificado pelo Global Recycled Standard (GRS).