Zara contra Zara

O grupo Inditex levantou vÁrios processos contra empresas turcas, que considera estarem a usar indevidamente designações que afectam a credibilidade e a imagem da marca Zara. Em causa estão empresas da cidade de Zara, uma localidade no centro da Turquia, que usam o nome da sua localização na sua designação comercial. Para jÁ, os processos foram apresentados contra a empresa têxtil Zaranism, a empresa de serviços ópticos Zar&Accom e a empresa de relações públicas Zarakol. Os procedimentos judiciais atraíram uma forte atenção mediÁtica na Turquia, onde as autoridades de Zara reclamam que as empresas locais têm o direito de usar o nome da localidade nos seus negócios. Cemil Sever, funcionÁrio do município de Zara, explicou que hÁ décadas atrÁs um grande número de pessoas migrou para Istambul, onde abriram diversos negócios com o nome da povoação, como Restaurante Zara, ou Supermercado Zara, entre outros. Quais é que deverão encerrar?», questiona-se Sever. Esta história parece mentira. Zara é o nome de um lugar, o nome de uma zona. Deveria dar-se permissão para o seu uso em diferentes negócios», lamenta-se Osman Yildirim, presidente da Câmara de Comércio e Indústria de Sivas, província da qual faz parte Zara. Uma visão que não é partilhada pelo grupo Inditex, que considera estar apenas a proteger a sua marca. A porta-voz da Zara desvalorizou mesmo os processos turcos, considerando-os procedimentos de protecção da marca normais que fazemos em todos os países. Estas empresas ameaçam o nome da marca Zara na Turquia e vamos sempre proteger o nosso nome, em qualquer país», afirmou a porta-voz, acrescentando que espera que as autoridades de patentes da Turquia ajam e forcem as empresas a mudar os seus nomes. Contudo, não explicou como é que uma empresa chamada Zarakol pode roubar vendas da cadeia de moda. Também não revelou se a Zara levou a cabo acções semelhantes noutros países nem providenciou mais detalhes sobre o estado das queixas. Questionada também sobre se os processos poderiam despoletar boicotes nacionais às roupas Zara, a porta-voz escusou-se a comentar. Actualmente, a Zara tem 22 lojas na Turquia, onde registou a marca em 1998. A Inditex tem mais de 3.000 lojas espalhadas por todo o mundo, a maior parte das quais sob a marca Zara. Esta notícia surge numa altura em que se assiste à queda das acções da Zara em Madrid, que jÁ desceram 24% este ano, devido às preocupações dos investidores de que o decréscimo do consumo mundial possa atingir os lucros do retalhista. A corretora espanhola Renta 4 considera, contudo, as preocupações dos investidores exageradas», ao mesmo tempo que outros bancos, incluindo o Fortis Bank e o Ahorro Corporacion, deram ordem de compra nas acções.