Volume de vendas da PPR desce 1,5%

O grupo francês Pinault-Printemps-La Redoute (PPR) anunciou na passada quinta-feira, uma descida de 1,5% no volume de negócios do primeiro semestre deste ano, passando de 13,51 mil milhões de euros no mesmo período do ano passado, para 13,31 mil milhões de euros. Um resultado que ficou aquém das expectativas. No que respeita ao segundo trimestre, a descida também foi acentuada, já que se registou uma quebra de 2,1%. Em comparação com o mesmo período do ano passado registou-se uma baixa dos 6,7 mil milhões de euros, para 6,6 mil milhões de euros. As vendas no mercado norte-americano caíram 8,2%, menos que os 11,4% do trimestre anterior. A empresa adianta ainda que no sector de consumo de produtos de luxo – Gucci e Yves Saint-Laurent -, a diminuição de vendas no mercado norte-americano foi compensada pela boa resistência do mercado japonês. Invertendo a quebra de 1,1% registada no primeiro trimestre, conjunto de cadeias de grande distribuição – Printemps, Redcats, Fnac, Conforama – cresceu 0,5%, no segundo trimestre O presidente da PPR, Serge Weinberg, numa declaração feita pela empresa, adiantou que “considerando o período de dificuldades, trata-se de um excelente desempenho do grupo”.