Vendas de vestuário da Wal-Mart aumentam

O maior retalhista do mundo, Wal-Mart, afirmou que estava «ansioso por anunciar um outro recorde de vendas anuais», tendo o crescimento dos lucros excedido o crescimento das vendas no primeiro trimestre. Durante os três meses até ao dia 30 de Abril de 2002, as vendas para os grupos americanos Wal-Mart, Supercentre, Sam’s Club e Neighborhood Market Stores aumentaram 14,4% para 60,3 milhões de euros. Os lucros operacionais aumentaram 18% para 2,8 mil milhões de euros. O comércio fora dos Estados Unidos foi particularmente forte com as vendas internacionais a aumentarem 17,8% para 9,8 mil milhões de euros no trimestre referido. Na Europa, as vendas de vestuário aumentaram 30% em relação ao mesmo período do ano anterior, principalmente devido à extensão da popular linha George, e à introdução da linha Mary-Kate e Ashley no Reino Unido. Os lucros operacionais internacionais foram de 421 milhões de euros em comparação com os 238 milhões de euros, ou seja um aumento de 77,2% em relação ao ano passado. No final de Abril, a Wal-Mart operava em 3.269 lojas nos Estados Unidos e 1.186 unidades na Argentina, Brasil, Canadá, China, Alemanha, Coreia, México, Porto Rico e Reino Unido.