Toray Europa com mais valor

O reposicionamento voltado para a moda da filial europeia do gigante têxtil japonês começa a dar os frutos esperados. A Toray Europa reestruturou totalmente a sua organização e reviu a sua estratégia de marketing. Neste processo de reestruturação, foram encerradas duas unidades de produção na Grã-Bretanha e o número de trabalhadores reduzido para 251. Contudo, o departamento de I&D foi reforçado com uma equipa de 16 pessoas cujos esforços estão direccionados para o desenvolvimento de produtos completamente inovadores. Há sete anos atrás, a Toray Textiles Europe produzia e distribuía produtos básicos, como tecidos de microfibras de poliéster e de poliamida destinados aos sectores de lingerie, de dia e de noite, camisas e artigos de outdoor, para clientes como a Marks & Spencer. Actualmente, estes básicos continuam a constituir a base das vendas (cerca de 55% do volume de negócio). Mas, ao mesmo tempo, a empresa aposta forte na inovação procurando desenvolver novos segmentos. Com especialidades à base de fios de poliéster muito finos, para um aspecto acetinado e mais refinado, ou tecidos com «memória de forma», a filial atacou também a “alta moda”. Há já muito tempo, no seu país de origem – onde o grupo continua a fazer a maior parte das suas vendas de têxteis (cerca de 90% do seu volume de negócios) –, que a Toray se posicionou claramente na produção de tecidos muito sofisticados, com elevado valor acrescentado. Com um interesse particular no sector do pronto-a-vestir de gama alta. «Somos os únicos a investir na moda, enquanto todos os nossos concorrentes japoneses se concentram mais no segmento do desporto», afirma Shinichi Sakamoto, dirigente do departamento de tecidos para pronto-a-vestir feminino e masculino da Toray. Sakamoto está satisfeito com o alargamento do seu portfólio de clientes europeus, que conta actualmente com muitos dos grandes nomes do luxo e de gama alta, tais como Chloé, Dior, Prada, Louis Vuitton, Sonia Rykiel, Ramosport e Barbara Bui. A filial europeia aposta também no sportswear com tecidos de alta performance, começando por um poliéster impermeável e respirável ultra-leve, para o qual ambiciona 15% das vendas a partir de 2008. Por fim, a empresa acredita particularmente no potencial do seu produto “See It Safe”, dedicado a aplicações no vestuário de trabalho ou médico: esta mistura poliéster/poliamida contém igualmente X-Static (produzido pela Noble Fiber Technologies), que inclui a prata na sua composição, o que permite eliminar 99,9% das bactérias.