The North Face vence caso de contrafacção

A empresa The North Face Apparel Corp recebeu uma indemnização no valor de mil milhão de dólares ordenada pelo Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito Sul de Nova Iorque, afirmou o licenciado americano da VF Outdoor. O caso trazido pela North Face foi contra a Nabil Saleh, Ibrahim Saleh& Toufic Saleh, que através de uma variedade de atalhos , formou e operou uma empresa de contrafacção que vendia blusões contrafeitos com a marca registada da The North Face, a vendedores e retalhistas de Nova Iorque e resto dos Estados Unidos. Em declarações, a The North Face afirmou ter apenas sabido das operações de contrafacção da Saleh em 2003 enquanto investigava a fonte da contrafacção de blusões que ostentavam a marca registada da The North Face, alguns dos quais a empresa apreendeu e apresentou como prova no tribunal federal, de vários locais antes do feriado do dia de Acção de Graças nesse ano. «Temos uma política de tolerância zero para a contrafacção de marcas registadas», afirmou Steve Rendle, presidente da divisão da The North Face da VF Outdoor Inc. «A força da nossa marca é a sua autenticidade, inovação e técnica avançada para vestuário, equipamento e calçado o que nos torna um dos alvos preferidos pelos contrafactores. A decisão do tribunal a nosso favor mostra que abordando directamente os contrafactores através de acções legais como esta funciona, e neste sentido vamos continuar a executar os direitos da nossa marca registada através de todos os meios legais que existirem».«Acreditamos que o tribunal tomou a decisão certa», afirmou Barbara Kaplan, conselheiro sénior da VF Corporation, empresa-mãe da VF Outdoor. «Ao atingir os contrafactores onde dói mais – as suas carteiras –, o tribunal tornou claro que estes serão responsabilizados pelas suas acções».