The North Face cria projeto de poliéster verde

Um consórcio de sete empresas internacionais lideradas pela marca de vestuário e equipamentos de desporto estabeleceu o que afirma ser uma cadeia de aprovisionamento pioneira para poliéster mais sustentável.

[©Neste]

O consórcio, com empresas distribuídas por cinco países, está a criar uma cadeia de aprovisionamento para desenvolver poliéster sem o uso de combustíveis fósseis para a marca da VF Corporation. De acordo com a empresa de energia Neste, sediada na Finlândia, os parceiros – que incluem a Mitsubishi Corporation, que detém a Goldwin, a consultora de engenharia Chiyoda Corporation, a produtora de produtos químicos SK Geocentric, a Indorama Ventures, a especialista em química sustentável India Glycols e a Neste – vão usar materiais renováveis ​​e de base biológica, bem como captura e utilização de carbono, na produção de fibras de poliéster para a The North Face no Japão.

A Neste revela que vai fornecer Neste RE renovável, uma matéria-prima para polímeros e produtos químicos feitos a partir de materiais de base biológica, nomeadamente de resíduos como óleo de cozinha, para substituir os combustíveis fósseis na lista dos ingredientes necessários para a produção de poliéster.

A matéria-prima fóssil pode ser substituída por Neste RE sem nenhuma mudança de infraestrutura, com plásticos baseados em Neste RE de «qualidade idêntica» aos feitos de matéria-prima convencional, aponta a produtora de combustível de aviação sustentável. Ao usar Neste RE renovável, as emissões de gases de efeito estufa são reduzidas em mais de 85%, acrescenta o grupo finlandês.

A fibra de poliéster produzida para o projeto será usada pela empresa japonesa de biotecnologia para uma parte dos produtos da The North Face, incluindo equipamentos de desporto, até ao próximo ano. Depois disso, serão «ponderados» mais produtos e marcas da Goldwin, revela a Neste.

«As sete empresas aplicam uma abordagem de equilíbrio de massa para garantir a rastreabilidade credível de fluxos de materiais em toda a cadeia de aprovisionamento e vão continuar a promover proactivamente a desfossilização de materiais para contribuir para uma sociedade mais sustentável», acrescenta a Neste.

Em março, a The North Face juntou-se a um grupo do Departamento de Energia dos EUA para pesquisar poli-hidroxialcanoatos (PHAs) como uma alternativa não tóxica e biodegradável ao poliéster tradicional derivado do petróleo.