TexVision em marcha

O programa que tem como objectivo criar uma imagem de marca dos lanifícios portugueses na Europa, teve finalmente luz verde para avançar. Esta campanha conta com o apoio do Programa Operacional de Economia (POE), que irá investir neste projecto cerca de quatro mil milhões de euros. José Robalo, presidente da Associação Nacional dos Industriais de Lanifícios (ANIL), adiantou ao Jornal de Notícias que «no próximo mês, vamos fazer a apresentação nacional do projecto em Lisboa e, em Setembro, estaremos já no terreno, começando por Madrid». «Fazemos bem. Procuramos fazer melhor», vai ser o slogan desta campanha que se irá prolongar por dois anos. Depois de Espanha, outros países da União Europeia, principalmente o mercado alemão e mais tarde o mercado americano serão também alvo desta campanha. A única decisão que se encontra pendente diz respeito a quem irá pagar o IVA sobre os custos da TexVision. Mas, segundo adianta José Robalo, «temos a promessa do director geral da Indústria de que o assunto será rapidamente ultrapassado. De outra forma seríamos obrigados a fazer um esforço financeiro que não está ao nosso alcance». O projecto TexVision, conta com a participação da Anil, da Associação Portuguesa das Indústrias de Vestuário, do ICEP e da Universidade da Beira Interior.