TextilHogar recebeu mais de 16.200 profissionais

Mais de 16.200 profissionais visitaram, de 21 a 24 de Janeiro, a 37ª edição da feira internacional de têxteis-lar e decoração, TextilHogar, que decorreu em Valência, um valor que traduz um crescimento de 8% relativamente ao ano passado. Dada a complexa conjuntura que atravessa o sector, a organização do certame mostrou-se satisfeita e optimista com a resposta dos compradores. Nesta edição da TextilHogar foi notório a forma como as empresas se estão a adaptar às novas necessidades do mercado, assinalou Miguel Bixquert, director da feira. Segundo Bixquert, «a moda, o design, os produtos tecnológicos e o serviço ao cliente são as principais bases do sector para poder competir num mercado global». Por outro lado, Bixquert realçou que as empresas deixaram de concentrar os seus esforços nos aspectos puramente industriais e passaram a potenciar os instrumentos comerciais e a logística, considerando «o serviço e a proximidade como aspectos contra os quais as empresas asiáticas não podem competir». Da afluência global de compradores, cerca de 11% procederam do estrangeiro, o que confirma a importância da Textilhogar nos mercados internacionais. Destacam-se, por ordem de procedência, compradores de Portugal, Itália, França, México, Bélgica, Rússia e Alemanha.