Têxtil e Vestuário ultrapassam a barreira dos € 5.000 milhões

Segundo estimativas do Observatório Têxtil do CENESTAP (Centro de Estudos Têxteis Aplicados) a Indústria Têxtil e do Vestuário exportou pela primeira vez, em 2001, mais de 5 mil milhões de euro (mil milhões de contos). As exportações cresceram 4,54% face a 2000, encerrando o ano nos 5.150 milhões de euro (1.032 milhões de contos). As importações terão crescido 1,55%, atingindo os 3.362 milhões de euro, levando a que a balança comercial de têxteis e vestuário se tenha situado nos 1.788 milhões de euro. O crescimento das exportações foi dinamizado pelos excelentes resultados obtidos nas saídas de produtos têxteis (+10,6%), apoiado por um ligeiro crescimento nas exportações de vestuário (+1,4%). No ano 2001 destacou-se a evolução das exportações de têxteis técnicos e tecidos impregnados (+77,7%), enquanto que do lado das importações o produto com maior dinamismo foi o vestuário não-malha (+8,1%). Em 2001 as exportações da indústria têxtil e do vestuário representaram 18,3% do total das exportações portuguesas. Esta quinta-feira, estará disponível no Portugaltêxtil um documento elaborado pelo Observatório Têxtil do CENESTAP, descrevendo a evolução do comércio internacional de têxteis e vestuário ao longo dos últimos anos e apresentando mais informações sobre as exportações em 2001.