Têxteis-lar recupera mercado

Os técnicos do departamento de Promoção Exterior da Ateval-Home Textiles de Espanha consideram que a edição do certame Decosit 2002, que se realiza em Bruxelas, marcou o início da recuperação do sector de têxteis-lar espanhol, noticia o site Textilinnova. Segundo os técnicos de promoção da Ateval, os resultados da participação espanhola foram “muito satisfatórios” relativamente a anos anteriores e superaram as expectativas. Neste sentido, afirmam que apesar do número de visitantes se ter mantido em valores semelhantes à edição anterior, “a qualidade dos contactos realizados foi superior, aumentou o número de profissionais com poder de decisão na hora de realizar compras”. O certame Decosit 2002, que começou no passado dia 7 de Setembro e que vai terminar a 10 de Outubro, é o mais importante do mundo no sector de tapeçaria. As empresas que participaram no evento apresentaram as novas tendências e as últimas colecções de tapeçaria para profissionais e compradores de todo o mundo, tanto dos principais mercados europeus como dos países de Leste, Estados Unidos, Países Árabes, Ásia e América do Sul, indicam os técnicos do departamento comercial da Associação Têxtil. Segundo o noticiado no Textilinnova, estes dados contrastam com as previsões feitas pelo Conselho Intertêxtil espanhol que indicam que o sector têxtil registará durante este ano a eliminação de 9700 postos de trabalho, devido à competência das importações e a debilidade da procura interna. A associação patronal prevê uma queda da produção de 6% em unidades, e uma redução do número de empresas, que passarão de 7590 a 7470 em 2002. Desta forma, o número de trabalhadores será reduzido de 277 900 para 268 200, segundo dados fornecidos pela associação.