Texgate, feira têxtil na Turquia

Com base na experiência da empresa ITS, que iniciou a sua actividade em 1997, a Texgate, feira de tecidos e acessórios, que vai decorrer de 9 a 11 de Março, dá uma nova dimensão à indústria têxtil turca. A localização da feira, no centro de exposições CNR, em Istambul, o maior da zona denominada por Euroásia, vai de encontro ao novo conceito. A Texgate pretende tornar-se no novo ponto central para o negócio textil na região que cobre o Médio Oriente, a Europa de Leste, Rússia e países vizinhos, criando sinergias em toda a região A Texgate vai acolher uma enorme variedade de expositores fabricantes de tecidos como denim, algodão, seda, poliester: 350 turcos e 30 estrangeiros. São esperados 30.000 visitantes profissionais. A feira traz a Istambul importantes nomes marcas mundiais, como Diesel, Stefanel, Armani, Adidas, Marlboro, New Look, e especialistas oriundos de países como Inglaterra, Espanha, Itália, Grécia, Bulgária, Alemanha, França, Republica Checa, Eslováquia, mas também Jordânia, Marrocos, Palestina, Rússia, Tunísia, Egipto, Algéria, Síria, Kuwait e Arábia Saudita, abrindo perspectivas de novas relações comerciais. Os principais patrocinadores da Texgate são: a Turkish Cotton Textile Industrialists Association (PTSB), Turkish Textile Industry Employers Union (TUTSIS), Clothing, Finding and Trimming Association (KYSD). Ligando dois continentes e três mares, a Turquia faz a ponte entre a Europa e a Ásia e é hoje uma poderosa economia na região, com uma forte componente industrial. Faz parte dos mais visitados países do mundo e Istambul, a capital, a antiga Constantinopla, é a primeira atracção, com 12 milhões de habitantes, que foi a capital do mundo civilizado durante séculos. No centro do país, ainda se podem testemunhar os caminhos por onde circulavam as antigas caravanas da Rota da Seda. Já são muito antigas as relações comerciais entre Portugal e a Turquia, mas no que respeita aos dados do comércio internacional de Portugal com a Turquia, os últimos dados do Observatório Têxtil (OT) do CENESTAP, que reportam para o período entre Janeiro e Outubro de 2005, apontam para um volume exportado de 16.3 milhões de euros e um volume importado de 48.9 milhões de euros. Também de acordo com os dados do OT, no mesmo período de 2004, o volume exportado foi de 9.2 milhões de euros e volume importado foi de 48.5 milhões de euros. Estes valores reflectem um forte crescimento das exportações, na ordem dos 77,7%, apesar do valor destas ser ainda muito inferior ao das importações.