Tendências nacionais em NY

A cidade da Times Square, do Metropolitan Museum of Art, do Chrysler Building, do Empire State Building e do Central Park terá novos pontos de interesse nos próximos dias 15 e 16 de Julho. Quase uma centena de expositores prepara-se para mostrar uma antecipação das colecções de tecidos para o Outono-Inverno 2010/2011, entre os quais quatro empresas nacionais. Adalberto Estampados, Tebe e Teviz viajam até Nova Iorque com o apoio da Associação Selectiva Moda, numa iniciativa no âmbito do Qren. Terão ainda a companhia da Gierlings Velpor, numa participação individual. Nas malas carregam a colecção para a estação fria 2010/2011, onde a variedade de materiais e os tons escolhidos dão o mote para o que se poderá em breve ver nas lojas. Na Tebe, uma paleta escura de azuis, verdes, castanhos e cinzentos espraia-se em malhas finas para um conceito de tecidos de luxo. O uso de 100% algodão ou em misturas com lã, alpaca, caxemira ou bambu está em destaque. Numa outra linha, são os tons pastel muito leves e sofisticados para suaves jerseys em algodão ou em algodão com caxemira e seda que dão o mote. Ricas tonalidades de castanhos, laranjas, rosas e verdes criam efeitos de mistura, pequenas texturas em algodão, lã e poliéster para uma abordagem mais rústica e outonal. Já na Teviz, a colecção centra-se em tecidos confortáveis e leves para camisaria e sportswear em 100% algodão, algodão/Thermolite, flanela, algodão/Lycra e 100% algodão orgânico. As riscas discretas e mini-motivos para camisas urbanas são expressas numa paleta de cores muito contemporânea. Quanto à Adalberto Estampados, aposta em tecidos com matérias-primas nobres, destinados a blusas de senhora e camisas de homem, que prometem conquistar os compradores americanos, e não só. «A nossa participação visa, obviamente, aumentar o número de clientes e o volume de negócios nos EUA», revela Filipe Monteiro, responsável de exportação de moda na Adalberto Estampados. Para além das colecções trazidas pelos expositores, os compradores poderão ainda assistir a uma apresentação de moda com os pontos fortes da estação, apresentada por Sabine le Chatelier, directora associada de moda da Première Vision Paris, e visitar o fórum de tendências. Na última edição do certame, em Janeiro deste ano, marcaram presença 3.284 visitantes profissionais de todo o mundo.