Tecnologia garante tingimento mais ecológico

Acatel, Endutex e Sorema são algumas das empresas nacionais que estão a usar as soluções Ecofinish e Close-N by Care Applications, que permitem uma redução substancial de água, energia e sal, e podem ser aplicadas nos equipamentos existentes.

[©Wise Solutions]

O Ecofinish é «um novo e revolucionário sistema que consegue realizar tingimentos e lavagens tradicionais por nebulização, porém com grandes poupanças de recursos», explica José Pedro Pizarro, CEO da Wise Solutions, que representa, em exclusivo, as tecnologias em Portugal.

O processo permite, segundo a empresa, conseguir o mesmo aspeto de um tingimento convencional, mas com uma redução substancial nos recursos, nomeadamente menos 49% de água, menos 67% de energia e menos 34% no tempo necessário. «Enquanto num processo tradicional temos que aquecer os milhares de litros de água, com este sistema apenas necessitamos de aquecer o ambiente dentro das máquinas para que, desta forma, os produtos químicos atuem», justifica José Pedro Pizarro. «Além destes benefícios, conseguimos assegurar outros, como tingir a fibra sem a necessidade de utilizar sal. O sal é um fator de desequilíbrio ambiental muito significativo, pois é extremamente difícil de tratar, e a condutividade das águas residuais que resultam destes tratamentos são um sério problema para as tinturarias», aponta.

José Pedro Pizarro [©Wise Solutions]
No caso do denim, o processo evita a utilização de pedra pomes, «conseguindo o mesmo ou até mesmo melhores efeitos do que os obtidos através dos métodos tradicionais», sublinha o CEO da Wise Solutions.

«Tudo isto reduz significativamente o impacto ambiental dos processos de tingimento em peça confecionada e dos processos de lavagem de denim, facilitando assim a purificação da água através da ausência de eletrólitos (sal) no caso dos tingimentos e da pedra pomes no caso das lavagens», indica.

Já a tecnologia Close-N tem como função isolar a máquina do ambiente exterior, evitando a entrada de oxigénio sem gerar pressão, e injeta nitrogénio para realizar tingimentos controlados com redução de corantes sulfurosos e cuba. «Este tipo de tingimento é muito apreciado na área do têxtil-lar porque confere às peças tingidas características de solidez que mais nenhum outro tipo de tingimento consegue oferecer. O problema é que se torna muito dispendioso e o mercado não consegue pagar. Com a tecnologia Close-N, os custos são altamente reduzidos porque o tempo de tingimento é bastante mais curto e os consumos de produtos químicos são também muito reduzidos», explica José Pedro Pizarro.

Estas tecnologias têm ainda a vantagem de poderem ser instaladas «em qualquer máquina rotativa de lavandaria e tinturaria sem compartimentos no caso do Ecofinish e em qualquer máquina quando se trata do Close-N. São sistemas personalizados, que se adaptam às máquinas já existentes, com custos financeiros e ambientais que estão fora dos padrões permitidos pelo mercado, e que desta forma permite otimizá-las e melhorar a sua performance», realça o CEO da Wise Solutions.

Novas soluções a caminho

Em Portugal, revela José Pedro Pizarro, há já várias empresas com a tecnologia instalada. «Para além da Acatel, que já tem 100 % do seu parque de máquinas de produção e amostras adaptadas com esta tecnologia, temos também máquinas instaladas na Endutex, na Sorema e outras mais que não nos foi permitido divulgar. Estamos também em fase de instalação noutras empresas que decidiram avançar para este tipo de tecnologias», desvenda.

[©Wise Solutions]
No mundo inteiro – a Wise Solutions faz a distribuição também noutros países – estão atualmente instalados 150 sistemas em 17 países, incluindo no Bangladesh, Espanha, Itália, Paquistão e Vietname. «Mais recentemente instalamos equipamentos em 10 máquinas na Turquia, numa das mais importantes empresas têxteis do mundo», acrescenta José Pedro Pizarro.

A Wise Solutions, que quer levar a tecnologia Ecofinish para outras áreas do têxtil, está ainda a preparar o lançamento, previsto para o início deste ano, de um software, desenvolvido em Portugal, de gestão e controlo para tinturarias e lavandarias de peça confecionada.

«É um projeto ambicioso com mais de 30 anos de investigação e experiência na área. Estamos a contar com um feedback muito positivo do mercado devido às necessidades que este tem de controlar todas as operações, de tudo o que sucede dentro de cada máquina e também registar todos processos para que se possa ter uma total rastreabilidade dentro da empresa», avança o CEO, que acrescenta que o mesmo é «uma ferramenta potente que vai permitir saber online todos os passos relativamente à produção e vai poder colmatar uma grande parte das dificuldades que uma tinturaria e lavandaria possa enfrentar», sendo «o primeiro e único no mundo neste formato».