Suzano entra no capital da Lenzing

O negócio, que está ainda sujeito a aprovação por parte das autoridades, prevê que a empresa brasileira, que tem uma joint-venture com a Spinnova, adquira 15% das ações da Lenzing.

[©Lenzing AG-Franz Neumayr]

O B&C Group e a Suzano anunciaram a parceria, que a longo prazo implica uma quota maioritária da empresa austríaca especialista em fibras de celulose. O contrato, revela a Suzano em comunicado, prevê que a empresa brasileira irá adquirir do B&C Group uma participação acionista de 15% na Lenzing e que os dois acionistas formarão uma parceria de longo prazo que deterá uma quota majoritária de 52,25% da Lenzing, dos quais 37,25% do B&C Group e 15% da Suzano. O valor total da aquisição de 15% das ações é 230 milhões de euros (39,70 euros por ação) e será pago integralmente na conclusão da transação, que está sujeita a aprovação por parte das entidades competentes.

Como parte da parceria a longo prazo, a Suzano, que tem uma joint-venture com a Spinnova, terá a opção de adquirir do B&C Group uma quota adicional de 15% até o final de 2028. O contrato também estipula que o B&C Group permaneça como acionista comprometido com a Lenzing a longo prazo.

Com receita líquida superior a 7 mil milhões de euros em 2023, a Suzano, sediada no Brasil, é atualmente a maior produtora mundial de celulose. A empresa, que este ano comemora seu centenário, «tem uma longa trajetória de excelência operacional e compromisso com a sustentabilidade em todas as etapas dos seus processos, competências que complementarão o atual modelo de negócio da Lenzing. A Suzano, que não é concorrente direta da companhia austríaca, conta com vasta experiência em celulose, matéria-prima de grande importância para a Lenzing», aponta o comunicado.

No futuro, o B&C Group e a Suzano planeiam apoiar o desenvolvimento da Lenzing mantendo o foco no crescimento da receita, aumento da rentabilidade e expansão da competitividade internacional da empresa.

«A Lenzing já é líder global no fornecimento de fibras de celulose premium para a indústria têxtil e de não-tecido, e nós reconhecemos que há oportunidades de crescimento a partir da sua tecnologia consolidada, alcance de produto e conhecimento técnico», afirma Walter Schalka, presidente da Suzano. «O nosso profundo conhecimento sobre a produção de celulose e excelência nos custos faz da Suzano, juntamente com o B&C Group, o parceiro ideal para a Lenzing, que procura fortalecer a sua posição competitiva e presença global. Isso representa uma continuação da nossa estratégia, orientada para investimentos que possibilitem a expansão do nosso mercado endereçável em modelos de negócio escaláveis e competitivos e que nos aproximem do consumidor final», resume Walter Schalka.

«Vemos esta parceria como uma situação em que todas as partes envolvidas têm a ganhar», sublinha, por seu lado, Wolfgang Hofer, presidente do conselho de administração do B&C Group. «Com a Suzano, o B&C Group adicionará um acionista fundamental à Lenzing, financeiramente robusto, com vasta experiência e alta reputação nos mercados financeiros internacionais. Para a Suzano, a maior produtora de celulose do mundo, a transação trará proximidade a novos mercados. Para a Lenzing, a transação representa um compromisso das duas partes para fortalecer a sua posição de liderança em fibras de celulose sustentáveis no mercado mundial», acrescenta.

Em linha com o propósito do B&C Group, as partes firmaram um compromisso de longo prazo garantindo que a sede da empresa, as instalações de produção e as principais atividades de investigação e desenvolvimento permanecem na Áustria. A parceria também garante que as ações da Lenzing continuem listadas na Bolsa de Valores de Viena.