Spiber recebe investimento para acelerar produção

A start-up japonesa de biotecnologia angariou mais de 60 milhões de euros para lançar a produção em massa dos seus materiais produzidos a partir de proteína e impulsionar as vendas mundiais.

[©Spiber]

O financiamento, no valor de 10 mil milhões de ienes (cerca de 60,7 milhões de euros) vai permitir acelerar a produção em massa dos materiais Brewed Protein, que foram desenvolvidos durante mais de 15 anos.

Ao usar a natureza cíclica e diversa das proteínas, a empresa pretende comprovar que a economia circular pode existir em harmonia com a natureza, «Usando biotecnologia de vanguarda, as proteínas da Spiber são meticulosamente desenhadas ao nível do ADN e produzidas com um processo próprio de fermentação microbiana com matérias-primas de base vegetal», explica a Spiber.

«Estamos gratos pela continuação do apoio e confiança dos nossos investidores, instituições financeiras e empresas parceiras que compreendem profundamente o valor da nossa plataforma tecnológica, desenvolvimento de materiais e perspetivas de negócio», aponta Kazuhide Sekiyama, diretor e representante executivo da Spiber.

«Apesar do ambiente desafiante de angariação de fundos para as start-ups face ao ambiente económico mundial, temos sido capazes de manter o nosso crescimento graças ao seu reconhecimento e expectativas. Continuamos empenhados em estabelecer e melhorar as fundações biotecnológicas essenciais para alcançar uma sociedade circular, assim como cumprir a nossa responsabilidade para implementação social enquanto líderes neste sector», acrescenta.

Y [©Spiber]
De acordo com a Spiber, até ao momento 15 marcas japonesas e internacionais lançaram produtos com os materiais desenvolvidos pela empresa, que pretende continuar a reforçar o seu sistema produtivo e a sua plataforma de I&D para responder ao crescimento esperado na procura e necessidades de diversificação.

Este mês, a Yohji Yamamoto Collections e a Y lançaram no mercado quatro vestidos e quatro calças em denim com Brewed Protein em colaboração com o grupo de retalho Isetan Mitsukoshi.

«Através desta colaboração, a Spiber espera aumentar a consciencialização para os aspetos técnicos da fibra Brewed Protein e o seu valor, assim como contribuir para os avanços no mundo da moda japonesa à medida que trabalha para atingir a produção sustentável no futuro», refere a start-up em comunicado.