Smartex levanta o véu sobre a nova fábrica têxtil

A tecnológica portuguesa criou um painel com especialistas internacionais de relevo e, a partir das várias sessões de troca de ideias, fez um relatório onde apresenta as principais conclusões sobre o caminho para a modernização da cadeia têxtil.

[©Smartex]

Os membros do painel The Modern Textile Factory (MTF), como foi batizado, incluem pessoas com uma perspetiva mais de chão de fábrica, como Ricardo Silva, CEO da Tintex, assim como inovadores, incluindo o próprio CEO da Smartex, Gilberto Loureiro, mas também o diretor de negócio da Circ, Luke Hening, e a diretora comercial da Renewcell, Tricia Carey, e ainda especialistas em legislação.

«À medida que as regulamentações estão a ser postas em prática, desde a restrição da destruição excessiva de stocks até ao rastreamento de produtos na cadeia de abastecimento, o MTF posiciona-se como um fator crítico, uma vez que a produção têxtil é responsável por 80% do impacto ambiental da indústria. A urgência para a cadeia de aprovisionamento se adaptar aos novos padrões de reporte e investir em tecnologia sustentável é evidente», destaca a Smartex.

«Ao mesmo tempo, estão a surgir vantagens comerciais para as fábricas que adotam a modernização, incluindo a maior velocidade de colocação no mercado, que ajuda com as receitas e o deadstock, um melhor controlo de qualidade para um maior controlo fabril dos lucros e a capacidade de competir globalmente com estratégias de preços baseadas em dados. O mercado está a exigir preços competitivos, maior velocidade, melhor qualidade e cumprimento inabalável ao mesmo tempo, o que exige que as fábricas acelerem os seus esforços de modernização», acrescenta.

Ao apresentar as mudanças futuras e ao mostrar os benefícios para aqueles que adotam a modernização, o The Modern Textile Factory pode emergir como o novo padrão, criando um cenário vantajoso para todas as partes interessadas, aponta a empresa, que disponibiliza o relatório gratuitamente no seu website.

O relatório, escrito por Max Easton, diretor de inovação da Smartex, oferece as perspetivas dos diferentes especialistas sobre temas relacionados com a modernização da cadeia de aprovisionamento, recolha de dados no chão de fábrica, sistemas de comunicação entre as marcas e os seus fornecedores e a necessidade de elevar as fábricas exemplares sem penalizar as suas margens.

«Depois de ter experienciado em primeira-mão os benefícios da colaboração durante o tempo em que estive na Fashion for Good, uma organização focada na inovação sustentável nos têxteis, fiquei entusiasmado por continuar isso na Smartex. O grupo reúne uma vasta gama de especialistas para mergulharem num tópico vital: a modernização da cadeia têxtil», conclui Max Easton.