Shein investe €250 milhões na Europa

A retalhista anunciou o compromisso de, nos próximos cinco anos, fazer fortes investimentos na União Europeia e no Reino Unido, incluindo num Fundo de Circularidade para apoiar empresas, tecnologias e soluções mais sustentáveis.

[©Shein]

A retalhista de origem chinesa anunciou hoje, 10 de julho, o compromisso de investir 250 milhões de euros no Reino Unido e na União Europeia ao longo dos próximos cinco anos. O investimento reflete o objetivo da Shein de criar uma indústria da moda preparada para o futuro, incluindo a criação de um Fundo de Circularidade, além de investimentos operacionais e comerciais para melhorar os esforços de circularidade da empresa e apoiar o ecossistema empreendedor local no Reino Unido e na Europa, indica em comunicado.

A principal iniciativa do programa de investimento será o Fundo de Circularidade, ao qual a Shein fornecerá uma capitalização inicial de 200 milhões de euros. Este fundo visa apoiar start-ups e empresas em toda a Europa e Reino Unido que estejam a desenvolver tecnologias e soluções inovadoras para a circularidade na indústria da moda.

O Fundo de Circularidade irá investir em start-ups que trabalham com inovação em materiais reciclados têxteis e áreas relacionadas e estabelecer acordos de compra ou outras parcerias comerciais com start-ups mais maduras, que já possuam capacidade de produção de materiais reciclados têxteis ou novas fibras preferenciais emergentes.

A Shein será o investidor principal do Fundo de Circularidade e está a convidar empresas, instituições financeiras e fundos soberanos globais a serem co-investidores no fundo.

«Sendo líder mundial no nosso sector, a Shein tem tanto a responsabilidade quanto a oportunidade de acelerar inovações que possam reduzir a pegada ambiental da indústria da moda. O Fundo de Circularidade irá apoiar empreendedores e empresas na vanguarda de iniciativas circulares, com foco em apoiar o empreendedorismo e a inovação no Reino Unido e na UE, onde alguns dos trabalhos mais excitantes nesta área estão a acontecer», afirma Donald Tang, presidente-executivo da Shein.

O lançamento do Fundo de Circularidade, refere a retalhista, amplia as atuais parcerias da Shein com empresas inovadoras que trabalham em soluções circulares na indústria da moda, em linha com a estratégia evoluShein da empresa. Estes esforços incluem a parceria com a Queen of Raw para adquirir tecidos excedentes ou deadstock de outras marcas, que são utilizados para criar novas peças da Shein, aumento da adoção de tecnologia de impressão em denim entre os fornecedores da Shein, que utiliza tinta de alta fixação em vez dos corantes índigo convencionais, reduzindo significativamente o uso de água, e a parceria de investigação com instituições académicas para a produção comercialmente escalável de fibras de poliéster reciclado através da reciclagem química, lançada em 2023.

Os restantes 50 milhões de euros do compromisso inicial de 250 milhões serão destinados a iniciativas para apoiar o crescimento dos negócios online de marcas, designers e artesãos no Reino Unido e na UE através dos serviços de marketplace da Shein, assim como possíveis investimentos em I&D ou instalações piloto de produção da Shein na Europa e no Reino Unido.

«Identificámos, em toda a Europa e no Reino Unido, um conjunto rico e diversificado de designers, marcas e artesãos que podem alcançar um público muito mais amplo na nossa plataforma e que podem escalar os seus negócios com sucesso com a Shein», conclui Donald Tang.