Santista Têxtil pondera deslocalizar produção

O principal exportador brasileiro de denim, a Santista Têxtil, anunciou os seus planos de construir unidades produtivas no México, ou noutros países da América Central, com o objectivo de conseguir o acesso isento de tarifas ao mercado norte-americano.

A empresa, controlada pelo produtor de vestuário São Paulo Alpargatas SA e pelo grupo de construção e energia Grupo Camargo Correa, exporta actualmente cerca de 80% do total da produção para os EUA.

De acordo com o referido pelo Presidente da Santista, Herbert Schmid, a empresa está a avaliar os possíveis países para investimento, em função dos acordos comerciais bilaterais estabelecidos. Schmid acrescenta ainda que as quotas de importação não vão mudar nos próximos sete anos, estando o Brasil a perder competitividade face a outros países, como o Chile e o México.

A Santista já opera uma empresa no Chile, que recentemente recebeu investimentos de 5 milhões de dólares para produzir tecidos de alta qualidade e construir uma unidade de fiação.