Roupa em segunda mão lavada

Uma controversa restrição governamental foi introduzida na Polónia para os têxteis e calçado importados em segunda mão. Esta nova lei foi anunciada no passado dia 1 de Julho apesar das queixas que se faziam, já que com esta nova restrição milhares de pessoas vão ficar sem roupa aceitável para vestir. A nova lei foi colocada em vigor para proteger a indústria têxtil da Polónia de 62 milhões de euros, que segundo alguns ministros está a ser ameaçada pelo mercado de importações de moda em segunda-mão que movimenta 43,6 milhões de euros. Os protestos partem de modelos, designers e actores que argumentam que muitas das 16 mil lojas de roupa em segunda mão que se encontram na Polónia, enfrentam agora o encerramento depois de terem sido avisadas que necessitam de uma licença para operar. Para além disso todos os têxteis importados terão de ser lavados. O vestuário usado dos países da Europa ocidental têm vindo a tornar-se cada vez mais popular entre os jovens polacos que querem usar “algo diferente”. Poderá consultar mais dados sobre esta notícia na secção de Estudos do PortugalTextil.