Reciclagem na UE perto do colapso

O aviso é da Confederação Europeia das Indústrias de Reciclagem, que indica que a indústria está em risco nos Países Baixos, na Alemanha e no Reino Unido e que, sem a intervenção da União Europeia, a crise vai escalar.

[©EuRIC]

Segundo a EuRIC, a indústria responsável por fazer a triagem de têxteis descartados para reutilização e reciclagem está perto de colapsar um pouco por toda a Europa, com alarmes preocupantes a soarem nos Países Baixos, na Alemanha e no Reino Unido. E, refere a confederação, sem intervenção imediata, esta crise vai escalara e causar danos irreversíveis tanto ambientais como económicos.

Em comunicado, a EuRIC aponta o aumento dos custos, a queda das vendas devido à forte concorrência e as lacunas legislativas como fatores que estão a colocar em risco a economia circular e os recursos valiosos de têxteis reutilizáveis.

A combinação de vestuário usado não-vendido devido a uma queda mundial nas vendas e a falta de modelos de negócio para a reciclagem ameaçam fazer com que os têxteis descartados acabem diretamente no incinerador sem serem reutilizados ou reciclados.

«A perspetiva de que a incineração se torne a única opção disponível se a triagem de têxteis descartados se tornar inviável em termos financeiros é muito alarmante», sublinha Mariska Boer, presidente do ramo têxtil da EuRIC. «Todos os esforços da indústria para criar uma cadeia de valor têxtil sustentável numa economia circular será em vão se os têxteis não puderem continuar a ser recolhidos e selecionados na Europa. Quando já não se puder fornecer vestuário em segunda-mão aos países que dependem disso, terá um impacto económico massivo tanto localmente como dentro da UE», acrescenta.

A EuRIC sublinha que tem consistentemente apelado a uma ação abrangente da UE para evitar o colapso do sector de reciclagem e reutilização de têxteis. O comunicado sustenta que «devem ser tomadas ações imediatas para implementar projetos de responsabilidade alargada do produtor sob a Diretiva-Quadro dos Resíduos, ao mesmo tempo que medidas para compras públicas ecológicas, estabelecimento de conteúdo reciclado obrigatório em produtos têxteis e a introdução de critérios de reciclabilidade através da regulamentação de ecodesign são essenciais para estimular a procura por materiais reciclados, encorajar práticas sustentáveis e assegurar a viabilidade da indústria de reciclagem têxtil.