Que fios usarão as malhas do Outono /Inverno 2006/07?

As condições atmosféricas desfavoráveis resultaram numa queda de 3 por cento entre Junho e Novembro. Contudo, as boas vendas de Agosto foram suficientes para “alegrar” o panorama. Ao contrário da frequentemente “morta anunciada” dos artigos tricotados, a sua fama continua em excelente forma. Não é raros estes artigos ultrapassarem os 50 euros, apesar de os preços entre os 29 e 39 euros terem conquistado uma fatia maior do que no ano anterior. O factor “tempo” é uma componente muito importante, mas o próprio comércio reconheceu que faltou uma oferta mais apelativa. A partir de Agosto surgiram então novidades como ponchos, boleros e casacos sem costuras laterais. Os consumidores de malhas exigem e procuram novidades nos artigos tricotados. Robert Kuipers da Betty Barclay, sustenta que«o mercado só oferece básicos. Os artigos têm de ser novos e de valor acrescentado». Também Bärbel Hesse da Braxdeclara que«a oferta é igual em todo o lado. Temos de recorrer a materiais e novos designs. Temos de ser mais fashion». Mais moda Os comerciantes de malhas procuram estar mais na moda. Rainer Hillebrand, porta-voz da Otto,afirma que«os ciclos de moda são cada vez mais curtos e a lealdade às marcas quase já não existe». Esta afirmação comprova que é necessário renovar a oferta constantemente. Não basta esperar que a etiqueta se venda a si própria. Os dezassete novos modelos do casaco de lã podem não ser suficientes para uma época. Para o Outono existem três grandes tendências: fios novos, mais volume e mais variantes de casacos, um dos temas sempre forte. Inovação através dos fios Existeagora uma grande variedade de fios inovadores. Os novos fios são peludos, fofos e na sua grande parte muito leves. A tendência para o fio de lã foi quebrada. As misturas conquistaram um espaço, sobretudo nos tamanhos médios e grandes. Os fios utilizados nos jacquards e padrões são mais fortes.As variantes de bouclê conquistam adeptos. A tendência dirige-se para fios de títulos mais finos que podem ser tricotados de forma muito “solta”. A sobreposição de camadas também é um ponto-chave. A novidade é o volume recorrendo a mangas em forma de triângulo e em forma de asas de morcego. Os novos cumprimentos, sem fronteiras, vão conquistar. Os casacos de malha compridos vão marcar presença no vestuário outdoor e os casacos mais curtos serão usados para realçar as silhuetas.