Prova virtual de roupa

Os body scanners estão cada vez mais presentes na ITV. Neste sector, a Human Solutions é uma das empresas líderes, comercializando instrumentos e softwares relacionados com o body scanning. Entre os seus clientes, neste domínio, encontram-se a C&A, a Windsor, a van Laack e a Europex, assim como os exércitos alemão, holandês, suíço e dinamarquês. Neste momento, a empresa alemã desenvolve vários programas para o ramo têxtil, entre os quais o denominado “espelho virtual” – virtual mirror. Através de um body scanner, instalado na loja, as medidas do cliente são calculadas e transformadas num modelo digital. O cliente pode exprimir os seus desejos quanto ao tipo de vestuário, à cor e aos detalhes, que são depois projectados nesse modelo virtual. Este é visualizado num écran digital 1:1, o denominado “espelho virtual”. Desta forma, o cliente pode ver como a roupa lhe serve e introduzir as últimas alterações antes do envio dos dados ao fabricante. O facto da visualização se realizar em tempo real torna este programa muito interessante para o comércio a retalho. «Através do espelho virtual conseguimos não só reagir às necessidades dos retalhistas, mas também à da correspondente indústria. Erros nas encomendas e recursos de armazenagem são drasticamente reduzidos», revela Andareis Seidl, director da Human Solutions. «Os dados dos clientes permitem aos produtores uma optimização das suas colecções e uma melhor reactividade em relação às necessidades reais do mercado. Daqui resulta uma diminuição das despesas e uma maior competitividade», acrescenta. O programa Retailor é outro importante projecto da Human Solutions. Concebido para a produção de vestuário feito por medida, este programa combina uma medição automática, uma selecção apoiada por computador e uma encomenda electrónica num único programa. O comerciante recolhe os dados do cliente através de um body scanner e elabora o vestuário desejado em conjunto com o cliente. Dependo das colecções, o cliente pode escolher entre vários tecidos e indicar requisitos suplementares. Em seguida, o comerciante transfere, ao fabricante, os dados obtidos e a selecção efectuada pelo cliente através do portal electrónico do Retailor. Na secção de encomendas do produtor, os dados são transformados em moldes de corte e transferidos à produção. Os dados enviados pelos comerciantes permitem, ao fabricante, elaborar novos cortes-padrão para colecções não personalizadas, o que melhora o processo de produção do vestuário padrão. Todavia, a Human Solutions não oferece soluções vantajosas apenas na produção de vestuário feito por medida. Com efeito, também fornece sistemas para a produção de vestuário padrão como, por exemplo, fardas e corporate wear. Por exemplo, o programa XFIT da Human Solutions permite a optimização automática dos cortes de vestuário padrão. Este programa apresenta dois módulos distintos: a XFIT Corporate e a XFIT Army, ambos concebidos para a produção de vestuário em massa, mas com cortes individualizados, como acontece, por exemplo, na polícia, nas companhias aéreas e nas fardas militares. A principal diferença entre os dois sistemas consiste na possibilidade de incluir outros módulos de medição, como, por exemplo, para a medição do peso, dos pés, etc. Deste modo, é possível aumentar a uniformidade do vestuário fornecido e diminuir as despesas causadas por erros na obtenção dos dados do cliente. Tal como no programa Retailor, os dados anatómicos são obtidos através de um body scanner. Os dados obtidos são transferidos automaticamente para um programa electrónico, que elabora um molde de corte de acordo com os padrões fornecidos pelo cliente. As grandes vantagens das soluções oferecidas pela Human Solutions são a redução das despesas de produção, uma reacção mais rápida às necessidades do mercado, uma menor necessidade de matéria-prima e de recursos de armazenagem. Além do mais, permite aos produtores uma análise dos dados obtidos, o que, a longo prazo, proporciona informações relevantes quanto à elaboração dos moldes de vestuário padrão para o mercado actual.