Prada apoia educação para a proteção do oceano

O grupo de luxo italiano anunciou a terceira edição do programa educacional Sea Beyond, uma iniciativa em parceria com a Unesco que vai chegar a mais de 34 mil estudantes em 56 países, incluindo Portugal.

[©Prada]

O Sea Beyond pretende consciencializar para a sustentabilidade e a preservação do oceano. O programa educacional, que é apoiado pelo Grupo Prada desde 2019 e organizado pela Comissão Intergovernamental Oceanográfica da Unesco, tem contribuído para a educação sobre o oceano a uma escala mundial através de uma série de iniciativas dedicadas aos mais novos.

Nesta terceira edição, que terá, pela primeira vez, a parceria também com a Bibliothèques Sans Frontières, está prevista a participação de 34.385 estudantes de 184 escolas secundárias de 56 países, e o foco estará na inter-relação entre o oceano e o clima, assim como nos desafios ambientais associados. O programa vai oferecer sessões de formação em literacia dos oceanos para estudantes e professores, incluindo sessões com especialistas da Unesco.

O programa vai decorrer de janeiro a junho de 2024 e terminar, como as edições anteriores, com um concurso internacional. Neste âmbito, a Unesco e o Grupo Prada vão convidar as escolas a criar uma campanha de sensibilização com texto, grafismos ou conteúdo interativo, com o objetivo de explicar aos seus pares como adotar comportamentos mais conscientes para preservar o oceano. O júri que vai avaliar as campanhas será composto pelos chamados Sea Beyonders, pessoas que colocaram a paixão pelo oceano no centro das suas vidas pessoais e profissionais.

«O número recorde de estudantes inscritos no programa deste ano mostram que estamos a progredir na direção certa e que o Sea Beyond é capaz de gerar uma mudança real», considera Lorenzo Bertelli, diretor de responsabilidade social do Grupo Prada. «Queremos inspirar as novas gerações, consciencializá-los para a importância e a necessidade de preservar os oceanos e queremos fazer isso sem deixar ninguém para trás», acrescenta.

[©Prada]
«A Humanidade depende do oceano, mas o futuro do oceano está em risco devido à atividade humana. Se queremos ser bem-sucedidos a salvá-lo, temos de apoiar a investigação científica e o avanço do conhecimento, mas também investir em educação. Este programa apoiado pela Unesco e o Grupo Prada é um exemplo muito positivo de como aumentar a consciencialização entre as gerações mais novas e evoluir para práticas virtuosas», sublinha Audrey Azoulay, diretora-geral da Unesco.

Na edição de 2023 – na qual participaram, tal como na primeira edição, as portuguesas Escola Básica e Secundária Anselmo de Andrade e o Agrupamento de Escolas de Vialonga, em Portugal –, a abrangência do programa extravasou o seu foco na educação dos mais novos e o apoio estendeu-se também a projetos humanitários e de disseminação de investigação científica dedicados ao oceano, assim como à formação de mais de 14 mil funcionários do Grupo Prada sobre os princípios de literacia do oceano, através de conteúdos em realidade virtual e a aplicação AWorld, a plataforma oficial selecionada pelas Nações Unidas para uma vida mais sustentável.