Portugal arrecada Prémio de Inovação da Techtextil

Um sistema de cobertura inteligente, desenvolvido por um consórcio liderado pela Saint-Gobain Portugal com o CITEVE e a Têxteis Penedo, venceu um dos galardões atribuídos pela feira de têxteis técnicos e não-tecidos, na categoria “novo produto”.

[©Messe Frankfurt]

O anúncio, realizado pela organização da Techtextil, indica que o sistema avançado de impermeabilização para coberturas planas consiste numa membrana de selagem líquida à base de água com refletância térmica e uma estrutura inteligente reforçada com têxteis feita com um tecido jacquard de poliéster reciclado. A estrutura contém fios eletrónicos que reagem à temperatura, ao calor e à humidade.

De acordo com a ficha do projeto – para o qual foi constituído um consórcio liderado pela Saint-Gobain Portugal que integrou a Têxteis Penedo, o CITEVE, o CeNTI e o ENESII-ITECONS – «o produto resultante deste projeto permitirá responder às problemáticas da fissuração e durabilidade reduzida das membranas líquidas poliméricas de base aquosa, de maneira a desempenhar tecnicamente resultados equivalentes ou superiores aos de base solvente existentes no mercado atual»

«Sermos distinguidos com um Prémio de Inovação da Techtextil, a principal feira internacional para têxteis técnicos e não-tecidos, mostra que a nossa capacidade de inovação está entre as melhores do mundo a nível de topo. É um grande reconhecimento para o CITEVE, para os outros parceiros do SRS [Smart Roofs System] e para Portugal], afirma Augusta Silva, diretora de inovação de revestimentos e estamparia têxtil do CITEVE.

No total, a Techtextil atribuiu nove prémios de inovação em diferentes categorias, desde têxteis inteligentes para combater as alterações climáticas a novas abordagens para a reciclagem de termoplásticos, aplicações na área da medicina, da construção e da moda.

«As inovações na indústria têxtil permitem novas soluções para inúmeras aplicações. Novos materiais, processos e produtos estão a impulsionar o futuro dos sectores. O que era inconcebível ontem é possível hoje – graças a mentes inteligentes na indústria têxtil», resume Sabine Scharrer, diretora de feiras de têxteis técnicos e de processamento têxtil da Messe Frankfurt.

Foram ainda atribuídos seis Prémios de Inovação da Texprocess, a feira de tecnologias têxteis e materiais flexíveis que se realiza em paralelo com a Techtextil, de 23 a 26 de abril. Uma solução tecnológica para melhorar costuras decorativas, uma máquina de costura que pode ser manuseada por qualquer pessoa, uma máquina de corte e costura controlada digitalmente, uma tecnologia de acabamento para eliminar nódoas e patógenos sem químicos, uma solução de processamento automático de vestuário em fim de vida para reciclagem e um novo scanner corporal 4D são os vencedores desta edição.

Os prémios serão entregues no primeiro dia dos certames, numa cerimónia às 12h30 no Fórum da Texprocess no Hall 9.0 e os premiados estarão em exposição no Hall 9.1.