Portugal a perder na Alemanha

A Alemanha importou, em 2001, 499 milhões de T-Shirts de malha, de algodão, resultado dum acréscimo de 33,7% face ao ano anterior. O valor das importações alemãs deste produto cifrou-se nos 1.287 milhões de euro, pelo que o preço médio das importações alemãs desta categoria fixou-se, em 2001, em 2,58 euros/peça, enquanto que em 2000 atingia 3,45 euros/peça. A Turquia é o principal fornecedor da Alemanha no âmbito destes produtos, conquistando uma quota de 21,8% em volume, ou seja, 18,9 p.p. acima do obtido em 2000. A Turquia viu as suas exportações de T-Shirts para a Alemanha crescerem 917% em volume e 6,9% em valor. Portugal ocupa a sexta posição no ranking, tendo exportado um total de 57,1 milhões de euros de T-Shirts, correspondendo a 4,4% das importações alemãs deste tipo de produtos em valor. As transferências portuguesas para a Alemanha não têm acompanhado a tendência das importações alemãs. A variação das exportações lusitanas tem apresentado, na generalidade, taxas inferiores, quer num cenário de retracção quer num cenário de expansão, implicando que quando o mercado alemão se expande as exportações nacionais ficam além dessa expansão, mas quando se retrai as exportações portuguesas retraem-se ainda mais, perdendo quota de mercado.