Paris em casa

O fim-de-semana levou já muitos visitantes ao centro de exposições em Villepinte, Paris, para conhecerem a oferta proporcionada pelos cerca de 3.000 expositores presentes na Maison&Objet. Muitos outros devem visitar o recinto entre hoje e amanhã, dia em que a feira encerra portas. Numa edição em que o ambiente económico mundial não é dos mais favoráveis, a organização do evento aposta na inovação e na criação para combater a crise, para além da já habitual diversidade na oferta, exposta em 123.000 m² e dividida nos segmentos Scènes d’Intérieur, Maison&Objet éditeurs, Maison&Objet |projets|, now! design à vivre e a Maison&Objet musées, cada um direccionado para uma área específica, do design à decoração de interiores. Portugal está representado com 65 empresas, entre as quais se contam as marcas Coelima, Devila, Diletto Casa, Graccioza, Innovar, Têxteis íris, TM Collection e NaturaPura. Sabendo que é indispensável a actualização constante face ao mercado, a Maison&Objet lança nesta edição o seu “Caderno de Inspiração n.º 14”, sob o tema “Antídotos”, o caderno de tendências para 2009/2010, organizado sob três temas, desenvolvidos por três gabinetes de estilo: Iconoclash, de Vincent Grégoire (NellyRodi); Valeurs-refuge, de François Bernard (Agence Croisements); e Color Patch, de Elizabeth Leriche. A feira procura também lançar os jovens talentos e está a promover o “Talents à la Carte”, na Scènes d’Intérieur, e o Concurso Jovens Criadores do Atelier d’Art de França, com o objectivo de dar a conhecer o talento borbulhante de quem está apenas a chegar ao ramo. Como novidade, a Maison&Objet inaugurou uma nova área – Esprit Studio – inserida no sector Acessoires Maison, com vista a dar resposta à cada vez maior procura por parte de um consumidor jovem e urbano, que valoriza o cruzamento de estilos e é adepto de mobiliário modular para a sua primeira habitação. Uma forma da feira mostrar a sua atenção para com a evolução do mercado e dar resposta às novas necessidades. Num último destaque, mas não menos importante, Karl Lagerfeld ocupa, nesta edição da Maison&Objet, um lugar central, sendo o criador homenageado pela organização, numa iniciativa que se repete pela quarta vez e que teve como antecessores o criador de moda Christian Lacroix, o arquitecto francês Jean Nouvel e a arquitecta iraquiana Zaha Hadid.