Paris em alta

Um dos eventos mais aguardados do ano – que encanta através da apresentação de uma estética quase inatingível – volta a invadir Paris a partir de hoje e durante quatro dias. A temporada de Alta-Costura, para a estação Outono-Inverno 2008/09 continua a ser conhecida como um certame onde os estilistas não pensam na Área comercial e conseguem lançar-se num mundo de sonhos e num mercado de luxo que cria peças exclusivas para um público distinto e muito próprio. Mantendo viva a magia da moda artística estão nomes de peso como Christian Dior, Giorgio Armani, Chanel, Christian Lacroix, Givenchy, Elie Saab, Jean Paul Gaultier ou Valentino, que voltam a apresentar as suas propostas mais ousadas neste evento, que contarÁ ainda com jovens promessas do mundo da moda. Entre essas promessas encontra-se o nome do estilista nacional Felipe Oliveira Baptista, que através de um convite feito pela Federação Francesa de Moda volta, ainda hoje, às passerelles parisienses – mais precisamente ao Lycée Turgot – para a apresentação de uma colecção que se espera que seja a mais inovadora da sua carreira. Mas afinal o que é a alta-costura? Segundo as palavras de Christian Dior, trata-se da arte do bem-feito através da utilização do senso do infinito». No entanto, procurando uma explicação mais primÁria e simplista poder-se-Á dizer que alta-costura é basicamente um “savoir-faire” ligado a um artesanato que perdura hÁ cerca de 150 anos. Desta feita, o termo alta-costura constitui uma denominação juridicamente protegida e da qual só podem prevalecer as empresas que constem da lista estabelecida todos os anos por uma comissão com sede no Ministério da Indústria», como assinalou a Câmara Sindical da Alta-Costura de Paris. Os principais critérios para pertencer a esta classe – e que foram estabelecidos em 1945 e actualizados em 1992 – constam no emprego de um mínimo de quinze pessoas nos ateliers, assim como a apresentação à imprensa em Paris, a cada estação, de uma colecção de pelo menos 35 modelos para usar tanto no dia-a-dia como à noite.