Pangaia faz parceria para usar PEF

A empresa de ciência dos materiais e a empresa neerlandesa de química renovável Avantium fizeram uma parceria para o desenvolvimento de uma coleção de vestuário sustentável feita com polietileno furanoato.

[©Aventium]

O principal componente do polietileno furanoato (PEF), um polímero de base vegetal que tem sido apontado como o poliéster de nova geração, é ácido 2,5-furanodicarboxílico (FDCA). A primeira unidade comercial para a sua produção está atualmente a ser construída em Delfzijil, nos Países Baixos, com a produção a larga escala a dever começar no segundo semestre de 2024.

O PEF da Avantium tem várias aplicações, de embalagens a garrafas, passando por filmes e têxteis. No último ano, a empresa neerlandesa aumentou o seu foco no desenvolvimento de PEF para fibras e fios. Segundo a Avantium, as fibras feitas a partir de PEF podem substituir as fibras convencionais de poliéster, que representaram cerca de 54% da produção total de fibras em 2022, equivalente a 63,3 milhões de toneladas, de acordo com as estimativas da Textile Exchange. A empresa sublinha que o PEF é equivalente ao PET (tereftalato de polietileno), tanto na produção como na reciclagem – que pode ser feita nas infraestruturas existentes –, garantindo uma pegada carbónica mais baixa em comparação com as fibras sintéticas derivadas de combustíveis fósseis.

Sob os termos da parceria, a Pangaia vai comprar PEF da Avantium para usar numa coleção que tem como objetivo ser isenta de derivados de produtos fósseis, privilegiando a reciclabilidade dos materiais e dos próprios produtos.

«A Pangaia tem uma ênfase enorme em identificar oportunidades de inovação que nos ajudem a substituir os materiais convencionais à base de recursos fósseis por materiais que utilizem fontes renováveis. A origem, contudo, é apenas uma parte do puzzle e só quando se consegue produzir à escala e criar modelos de negócio circulares é que podemos realmente causar impacto, que é o que a Avantium está a tentar fazer. Ao trabalhar com a Avantium e o seu material PEF, há um incrível potencial de escalada para usar PEF numa gama de categorias de produto, o que nos levou a esta parceria. Estamos desejosos de introduzir este material inovador assim que a fábrica da Avantium esteja operacional», afirma, em comunicado, a equipa da Pangaia.

Tom van Aken, CEO da Avantium, acredita que «em conjunto vamos demonstrar que o vestuário à base de PEF tem um enorme potencial para ter um papel fundamental na redução do impacto da indústria da moda no clima. Esperamos continuar a colaborar com uma marca tão inovadora e apoiar a forte jornada na sustentabilidade da Pangaia nos próximos anos. Será verdadeiramente entusiasmante ver os consumidores a usarem a moda sustentável à base de PEF da Pangaia no futuro».