Pangaia e The North Face impulsionam segunda-mão

As marcas apoiam a parceria entre a Archive e a Advance Clothing Solutions para criar um centro de moda circular e sustentável no Reino Unido que vai selecionar e reparar, se necessário, peças de vestuário para revenda.

[©Archive]

A Archive afirma que «a nossa experiência e recursos combinados permitir-nos-ão fornecer às marcas de vestuário, calçado, outdoor e luxo uma variedade de serviços de limpeza, reparação e serviços adicionais para a venda dos seus artigos em segunda-mão num marketplace de marca».

No âmbito da colaboração, a Advance Clothing Solutions (ACS) irá usar a tecnologia de operações de revenda da Archive para maximizar a rentabilidade e eficiência para as marcas que adotam modelos de negócio circulares. No Reino Unido, as primeiras marcas a aproveitarem esta parceria incluem a Pangaia e a The North Face.

A Pangaia lançou o seu programa de revenda ReWear no outono passado. Com a expansão do programa, o inventário detido pela marca é enviado para a ACS para renovação e venda na sua plataforma de revenda, alimentada pela Archive. Da mesma forma, a ACS e a Archive irão processar, limpar, reparar e revender o inventário da The North Face para lançar o seu programa de circularidade Renewed no Reino Unido.

«O nosso software de revenda vanguardista foi projetado para garantir precisão na identificação, condicionamento, fotografia, preço, limpeza, reparação (se necessário), listagem e envio dos artigos num marketplace de revenda de marca. Quaisquer artigos considerados inadequados para revenda serão reciclados ou doados. Esta tecnologia é totalmente customizável para cada marca individual, garantindo margens saudáveis e conformidade com as diretrizes da marca», explica a Archive num artigo no seu blogue.

«Estou satisfeito por anunciar a nossa relação com a Archive, que permite à The North Face e à Pangaia ter os seus próprios canais de revenda no Reino Unido e marca um momento crucial na nossa jornada de revenda», afirma Andrew Rough, CEO da ACS. «Consideramos que será um ponto de viragem para o sector da moda do Reino Unido e estamos desejosos por ver o que seremos capazes de alcançar juntos. Juntamente com a equipa da Archive, antecipamos que iremos integrar outras marcas de moda que desejem entrar no mercado de revenda de artigos em segunda-mão no Reino Unido, que está a crescer rapidamente», conclui.