Outlets em Espanha começam a diminuir

Os “outlets” ou “factory” são lojas de roupa que vendem excedentes a preço baixos, com descontos que podem chegar aos 70 por cento relativamente às lojas tradicionais. Actualmente, há 15 “outlets” que representam três por cento dos 475 centros comerciais que há em Espanha, refere a Associação Espanhola de Centros Comerciais. Durante a próxima década, estão previstas mais 10 aberturas. Este ano, só se deverá inaugurar um “factory”, o que mostra que a febre por promover estas lojas tem abrandado devido à colocação em prática de um regulamento que irá assegurar que a sua localização esteja a uma distância que não prejudique o outro comércio. Os peritos situam o valor em 30 centros. Madrid, Barcelona e Sevilha concentram a maioria destes estabelecimentos. De acordo com Luís Íñiguez, director da divisão de retalho da Jones Lang LaSalle, em Bilbao, alguns locais na Galiza e em Palma de Maiorca são «locais interessantes» para levantar um “outlet”. A espanhola Neinver e a anglo-americana Value Retail são os principais proprietários de outlets em Espanha. Sob a marca Factory, a Neinver, pioneira na introdução deste formato, conta com três centros do tipo nave industrial em Espanha. Até 2008, os planos de negócio da empresa contemplam a abertura de outros quatro. A Value Retail optou por cuidar do design e arquitectura dos seus “Village”, nome comercial dos seus centros comerciais, concebidos como se fossem um pequeno e luxuoso povoado onde estão presentes marcas de designers nacionais e internacionais. A Value Retail é proprietária de dois centros em Espanha.