NTX convence Adidas no tingimento sem água

A Next Technologies & Xvantages anunciou que a sua tecnologia de tingimento sem água Cooltrans está pronta para o mercado. O primeiro grande cliente da NTX será a Adidas, com as primeiras produções a chegarem com as coleções para o outono-inverno 2022/2023.

[©NTX]

A Next Technologies & Xvantages (NTX) afirma que o avanço tecnológico é o resultado de inovações em química e maquinaria para entregar o tingimento preciso em quase qualquer material têxtil sem calor e com uma redução de quase 90% na utilização de água e de 40% nos corantes. A empresa acrescenta que a tecnologia oferece todos estes benefícios, ao mesmo tempo que mantém a solidez de cor, o toque e a performance funcional.

Sediada em Xangai e Singapura, a empresa de soluções e inovações têxteis afirma que este anúncio é um passo em frente para a indústria da moda, que consome quase 80 mil milhões de metros cúbicos de água por ano.

A NTX descreve o processo como completamente sem água e a tecnologia de tingimento é transferida de um papel para um substrato à base de celulose sem recurso a calor, criando o padrão exato no substrato com cores ricas e vibrantes com penetração e solidez da cor quase imediata.

Para qualquer fibra

[©NTX]

A empresa garante que o processo pode ser usado em qualquer fibra natural, artificial ou sintética (com exceção de polipropileno), incluindo materiais com elevada elasticidade.

«Durante décadas, a nossa indústria tem estado a perseguir o objetivo elusivo de reduzir a enorme quantidade de água e energia exigida no processo de tingimento de têxteis. Estamos orgulhosos por afirmar que com o lançamento da NTX Cooltrans, finalmente dobramos essa esquina», revela Kalvin Chong, presidente do conselho de administração e cofundador da NTX.

«A parte mais entusiasmante é o aspeto da competitividade, em termos de custos, de implementar a NTX Cooltrans na cadeia de valor das nossas marcas parceiras. As poupanças associadas com menores exigências de energia e água permitem-nos trazer esta inovação revolucionária a consumidores com consciência ecológica em todo o mundo, sem impactar os custos de produção dos produtos finais», explica.

[©NTX]

O processo de tingimento já não se assemelha ao convencional, em que se faz a imersão dos têxteis em banhos quentes com corantes. As unidades produtivas que usam a tecnologia Cooltrans são mais silenciosas, exigem menos energia e não precisam de usar químicos perigosos, enumera a NTX.

A capacidade de produção da NTX Cooltrans na China e no Camboja vai ser expandida, com a adição de uma unidade na Indonésia e várias fábricas no Vietname ainda este ano.