Nova CPD woman-man com balanço positivo

A CPD woman-man, feira que se realizou em Düsseldorf entre 4 e 6 de Agosto, lançou sinais positivos e provou ser uma importante plataforma internacional para a roupa de mulher e de homem. Com esta feira, Düsseldorf confirmou uma vez mais a sua posição fundamental na moda internacional, e apesar da difícil conjuntura que se tem sentido nos últimos meses no retalho e na economia a nível global, os compradores internacionais acolheram bem esta nova oportunidade de fazer uma “paragem para compras”. Roupa de homem, roupa de mulher, moda íntima e de praia, jeans, “streetwear” e “urbanwear”, bem como fornecedores da indústria têxtil, proporcionaram informação condensada e uma eficiente colocação de ordens de encomenda. Visitantes e expositores avaliaram a feira com as suas gamas combinadas de roupa de homem e de mulher como um extraordinário sucesso. Mais de 60.000 visitantes profissionais foram a Düsseldorf, 35% dos quais estrangeiros, números que sublinham o estatuto internacional de uma das maiores feiras de moda do mundo. Segundo um inquérito efectuado no decorrer da feira, mais de 95% dos visitantes profissionais disseram que estavam muito satisfeitos com a nova feira de moda combinada, onde predominou uma atmosfera positiva. Sendo o maior barómetro para tendências, Düsseldorf associou assim a procura de vestuário de mulher e de homem num certame simultâneo. A CPD woman-man conseguiu atrair um número maior de compradores de países distantes que foram a Düsseldorf pela primeira vez, ao mesmo tempo que a proporção de compradores de países não europeus cresceu, ultrapassando mesmo os 10%. As encomendas focaram-se nas colecções desenhadas para datas específicas de entrega em termos de gestão de área de vendas. O volume de encomendas para a Primavera/Verão 2003 foi de 16%. Totalizando 18,5%, as “re-encomendas“ para o Outono/Inverno 2002/03 registaram um aumento substancial, e no futuro espera-se que as “re-encomendas“ constituam uma proporção cada vez mais importante de negócio. Os retalhistas de vestuário, domésticos e internacionais, constituíram 75% dos visitantes da CPD woman-man, tendo os grossistas estado igualmente bem representados, com 15 % do total de visitas. Na Fashion Gallery, e mais especificamente no Inner Circle, a poderosa associação de colecções criativas em exibição estimulou os retalhistas a encomendar mesmo as mais extraordinárias ideias de moda. A Galleria Uomo atraiu grandes multidões com as suas gamas exclusivas de roupa de homem. Expositores e compradores qualificaram o design deste segmento de roupa de homem como “estilo assegurado e elegante”, tendo as colecções para encomendas mais exigentes sido aqui apresentadas num espaço requintado. A localização do cpdxsite no Hall 3, imediatamente ao lado do vestuário masculino jovem, acabou por ser a derradeira plataforma de negócio. As etiquetas apresentadas aqui transpiraram autenticidade e estilo de vida, trazendo um novo input de moda com actualidade, estatuto de culto e “trash”. A reorientação da CPD body-beach no âmbito da CPD woman-man obteve também uma boa resposta e considerou-se que as ligações com o vestuário exterior se tinham tornado ainda mais próximas. Os retalhistas de vestuário exterior cada vez mais usam esta oportunidade para estender e complementar as suas gamas, também com vista a oferecer serviços acrescidos. Graças à sua favorável localização estratégica, a CPD body-beach foi totalmente integrada na nova feira, a todos os níveis. Düsseldorf foi também “o local” para os acontecimentos de moda, estabelecendo-se como capital de moda internacional. Mais de 60 desfiles de moda, seminários e workshops foram realizados durante a CPD woman-man, combinando informação com entretenimento. O desfile cpd man apresentado na Men’s Fashion Plaza no Hall 4, bem como o primeiro desfile de Doris Hartwich’s, foram classificados como particularmente espectaculares. Os que procuram a informação certa em termos de cores e tecidos para a estação Outono/Inverno 2003/04, acharam-na na CPD fabrics, que decorreu de 4 a 5 de Agosto. Durante dois dias, os fabricantes internacionais e retalhistas encontraram-se em Düsseldorf para reunir informação, oportunidade também aproveitada pelos fornecedores de gamas complementares para coordenar a nova estação com os expositores fornecedores a montante. Aproximadamente 100 expositores internacionais colocaram já em prática o que os pesquisadores de tendências e estilistas propuseram para essa estação. As colecções foram actualizadas em resposta ao ciclo de moda cada vez mais rápido e, por isso, foram muito bem recebidas pelos mais de 3.000 visitantes profissionais deste salão. A proximidade em relação à maior feira de moda do mundo para as gamas de mulher e de homem recolheu grande aprovação. Para muitos a nova secção CPD man foi um ponto alto interessante e surpreendente e, além disso, beneficiou os produtores de tecidos que também cobriram os tecidos de roupa de homem nas suas linhas. No futuro, este segmento será mais intensamente promovido. A informação inicial sobre temas e tendências para a estação Outono-Inverno 2003/2004 foi claramente a maior motivação para mais de 80% de visitantes, seguida pela procura de fornecedores alternativos, encomendas de primeiras amostras e encontros com fornecedores regulares. Ao mesmo tempo, os visitantes expressaram o seu desejo de ver mais materiais novos “high-tech” expostos. Um em cada quatro visitantes da CPD fabrics esteve na feira pela primeira vez e a tradicional proporção elevada de visitantes do estrangeiro aumentou assim de novo. 45,6% dos visitantes profissionais foram a Düsseldorf para estudar os novos desenvolvimentos de moda concorrentemente com a CPD woman-man. 27,8% chegaram dos países da União Europeia, tendo a 6ª edição da CPD fabrics sido também frequentada por mais (11,4%) visitantes da Europa de Leste. A próxima edição da CPD woman-man, CPD fabrics, CPD body-beach e cpdxsite decorrerá de 2 a 4 de Fevereiro de 2003.