ndia enfrenta crise no sector têxtil

Um relatório elaborado pelo Ministério do Têxtil, revelou a larga extensão da crise que a indústria têxtil da Índia está a enfrentar com várias fiações a fechar, centenas de milhares de postos de trabalho perdidos e empresários acusados de má administração. O estudo do ministério sobre este sector, atribui a responsabilidade da crise à tecnologia ultrapassada, ao aumento dos custos de produção, à falta de mão-de-obra e dificuldades em obter créditos baixos e financiamentos. O relatório informa ainda que mais de 400 fiações de todo o país encerraram nos últimos anos, e 400 mil pessoas ficaram sem trabalho. A situação, segundo o mesmo relatório, tem tendência a piorar enquanto outras fiações lutam para sobreviver. «O encerramento de fiações e teares automáticos podem ser atribuídos a vários factores incluindo tecnologia antiquada, aumento de custos de investimento, dificuldades em adquirir créditos adequados e na altura certa, má administração, greves de trabalho e condições degradantes», declara o relatório. O estado mais atingido é Gujarat onde mais de 113 mil trabalhadores perderam os seus empregos.