Natal americano com fracas vendas

Nos Estados Unidos, a época natalícia foi decepcionante, na medida em que os habituais gastos foram ensombrados pelo panorama de desemprego. Apesar das vendas de retalho americanas terem aumentado no início e no final da estação, o nível de crescimento dos lucros será um dos mais baixos dos últimos anos, avisaram alguns peritos americanos. Com os consumidores a correrem para as lojas para algumas compras de última hora, as vendas das lojas das cadeias americanas subiram 2,1 por cento na semana terminada a 28 de Dezembro em comparação com as da semana anterior, confirmou um relatório lançada pelo Bank of Tokyo-Mitsubishi e UBS Warbung. Segundo o mesmo relatório, as vendas subiram 2,9 por cento relativamente à mesma semana de 2001. Em comparação, as vendas das lojas das cadeias americanas subiram apenas 0,1 por cento na semana anterior terminada a 21 Dezembro. De acordo com um outro relatório efectuado pela Instinet Research, «as compras natalícias de última hora não foram suficientes para fazer frente à quebra pré-natalícia». As vendas das cadeias americanas subiram no total apenas 0,7 por cento nas quatro semanas terminadas a 28 de Dezembro, quando comparadas com o mesmo período de 2001.