Ministério do Sri Lanka promove saris feitos à mão

O Ministério de Desenvolvimento Têxtil do Sri Lanka aliou-se a 11 designers de vestuário locais para re-introduzir os tradicionais saris feitos à mão no seio da moda. No próximo dia 3 de Abril vai ser apresentada uma colecção de saris de noiva em Colombo para fazer frente aos muitos milhões de rupias de importações de vestidos de noiva. As noivas do Sri Lanka gastam cerca de 15 mil LKR (150 dólares americanos) a 40.000 LKR nos seus saris de casamento, mas esses são normalmente importados da Índia. Os saris do Sri Lanka tecidos à mão não têm sido capazes de penetrar no mercado de vestuário para noivas. As exportações registam cerca de 123.17 mil LKR por ano. Ainda assim, a colecção mais recente acrescenta glamour às humildes formas trabalhar os tradicionais designs e motivos para um look único do Sri Lanka. “Temos tecelãos muito talentosos mas, não estão bem relacionados com o mundo exterior. Assim, necessitam de conhecer melhor as tendências e a moda internacional”, afirma Senaka de Silva, um designer que trabalha com os tecelões rurais.O orçamento nacional para 2006 colocou de parte 75 mil LKR para o desenvolvimento de tecidos feitos à mão e foram também retiradas as taxas às importações de matérias-primas.