Marks&Spencer vende filial

A cadeia de armazéns britânica Marks & Spencer (M&S) anunciou que vai vender a sua filial norte-americana Kings a um grupo de investidores norte-americanos por 61,5 milhões de dólares (50,5 milhões de euros). A empresa britânica adiantou que chegou a um acordo com o consórcio de empresas formado pela Angelo, Gordon & Co e Bruce Weitz, e que a venda da Kings se concluirá em finais de Abril. A Kings, que tem a sede em Nova Jersey (Costa Leste dos Estados Unidos) e opera com 26 estabelecimentos, foi comprada em 1998 pela M&S. No final do ano fiscal passado os activos líquidos da empresa ascendiam a 57 milhões de dólares (47,07 milhões de euros). A Marks&Spencer já tentara vender a Kings em 2003, tendo tido na altura dois interessados na compra. No entanto, a operação acabou por não se concretizar com nenhumas das empresas porque as ofertas não foram suficientemente elevadas. O grupo britânico dispõe de uma rede franchising em 30 países, enquanto que em Hong-Kong as lojas da marca são exploradas directamente pela M&S.