Marks & Spencer: recuperação continua

O maior retalhista britânico M&S está prestes a anunciar um primeiro semestre positivo já no mês de Novembro. Numa declaração comercial “batendo totalmente as expectativas do mercado”, a empresa sediada em Londres apresentou aumentos em todas as suas áreas de vestuário para adultos, com as vendas a aumentar 13,8% no segundo trimestre e 14,4% nos últimos seis meses que terminaram a 28 de Setembro de 2002. O crescimento das vendas em Setembro foi menor do que o valor atingido nos meses de Julho e Agosto sobretudo quando consideradas as condições difíceis e pouco animadoras nas quais vivem os comerciantes, adiantou a empresa. A M&S, que recentemente demitiu a directora da divisão de vestuário para criança Michele Jobling, adiantou que o negócio nesta unidade foi “insatisfatório”. O total de vendas para este trimestre subiu cerca de 11,1%, ou 10% no que respeita a vendas nas lojas abertas há pelo menos um ano. Nos primeiros seis meses a Marks & Spencer apresentou um aumento nas vendas de 10%, ou 8% nas vendas das lojas abertas hà pelo menos um ano.