LVMH: maus tempos já lá vão

O gigante francês de artigos de luxo Louis Vuitton Moet Hennessy apresentou esta quinta-feira um aumento de 10% nos lucros do primeiro semestre antes de impostos, aumentando de 318 milhões de euros em 2001 para 350 milhões de euros. A LVMH adianta que os seus negócios de moda e peles tiverem um agradável aumento de 3,3% nos lucros operacionais para 655 milhões de euros, e relembrou que houve “investimentos significantes” nestes negócios na primeira metade do ano. A empresa adiantou que a totalidade dos lucros operacionais cresceu 19%, de 708 milhões de euros para 840 milhões de euros e acrescentou que prevê uma boa performance das suas unidades de moda no segundo trimestre, graças à abertura de novas lojas e ao lançamento de novos produtos. O presidente e director-geral Bernard Arnault, comentou que “com estes resultados encorajadores estamos confiantes que 2002 vai ser um ano excelente para a LVMH apesar do ambiente económico incerto que se vive”.