Lingerie despede-se de Paris

Cerca de 600 marcas de lingerie, moda balnear e de bem-estar estão reunidas até ao final do dia de hoje em Paris, em mais uma edição do salão Mode City que apresenta as colecções para a Primavera/Verão 2010. Entre os expositores presentes, estão diversas marcas portuguesas, nomeadamente a Iora Lingerie, a Mira Lingerie e Jamal 90 e Leni (marcas da empresa José Adélio Castro), incluídas na delegação apoiada pela Associação Selectiva Moda no âmbito do Qren. «Apresentamos sempre as nossas novas colecções em Paris, onde recebemos os nossos clientes, que não perdem este evento», explicou João Flores, administrador da empresa que produz e comercializa a marca Iora Lingerie, antes da partida para a Cidade-luz. A feira mantém a divisão em quatro áreas distintas, que representam quatro universos de produtos. Na área Just Fashion, os visitantes que se desloquem a Paris ainda hoje poderão encontrar a oferta de swimwear, lingerie, moda homem, os acessórios e ainda o beachwear. Já na área Designers Labels & Creation estão representadas algumas das principais marcas de luxo e jovens criadores, como Donna Karan New York, Juicy Couture ou Max Mara. Cocooning – que exibe o loungewear, vestuário para ioga e fitness, vestuário de interior e para dormir – e The Essentials, com os nomes incontornáveis da lingerie e moda balnear, como a Chantelle ou a portuguesa Impetus, completam a segmentação da Mode City. A Interfilière, por sua vez, está um passo à frente e apresenta as tendências para o Outono-Inverno 2010/2011. Também com o apoio da Associação Selectiva Moda, a empresa Fernando Valente está presente neste evento, dedicado aos tecidos e acessórios para lingerie e moda balnear, com a colecção para a estação fria do próximo ano, mas também com uma preview para a Primavera-Verão de 2011. «Esta é a montra internacional dos nossos produtos e, com esta presença, pretendemos solidificar os nossos contactos e presença nos mercados europeus», revelou Fernanda Valente, administradora da empresa. A feira conta com um total de 300 expositores de 26 países, repartidos por seis sectores: Lace It (rendas), Brod’Cust (bordados), Neoskin (malhas, estampados, enobrecimento), Access’Folies (acessórios, botões, pedraria), Hi’Tech (fios, fibras e maquinaria) e Designers Textiles. Na última edição, a primeira em Paris, a Mode City registou um aumento de 25% no número de visitantes, para os 25.040 visitantes (70% dos quais internacionais), e, apesar das dificuldades económicas, a organização, a cargo da Eurovet, antecipa um novo sucesso ancorado na criatividade e na audácia que fazem parte do conceito da feira.