Lenzing reforça certificações

A produtora de fibras celulósicas renovou a acreditação na área da sustentabilidade da agência de rating MSCI e recebeu uma primeira avaliação positiva, acima da média, do SAC Higgs FEM relativo ao impacto ambiental das suas unidades produtivas.

[©Lenzing]

A MSCI deu, pela terceira vez, a classificação AA à Lenzing, colocando a empresa austríaca entre as 8% no topo entre os seus pares. A agência de rating destaca a implementação de iniciativas para mitigar o risco de problemas ambientais associados à libertação de poluentes tóxicos e o programa de proteção da água, que inclui uma avaliação de risco deste recurso.

A confirmação desta avaliação, destaca a Lenzing, permite à empresa austríaca reduzir os seus custos com juros – em novembro de 2019, a Lenzing contraiu um empréstimo de cerca de 500 milhões de euros que está ligado à performance de sustentabilidade da empresa, sendo que a empresa se comprometeu a doar todas as poupanças em juros resultantes desta classificação.

«Estou orgulhoso por a Lenzing estar entre as 8% no topo das empresas mais sustentáveis do mundo. Na Lenzing, estamos a trabalhar muito para tornar as nossas indústrias ainda mais sustentáveis e impulsionar a transformação do modelo de negócio têxtil de linear para circular. Esta abordagem está firmemente ancorada na nossa estratégia e valores corporativos. Estou, por isso, particularmente satisfeito com o rating da MSCI», afirma Stephan Sielaff, CEO do Lenzing Group.

Já na estreia na avaliação Facility Environmental Module (FEM) da aliança das indústrias têxtil, vestuário e calçado SAC, da qual a Lenzing é membro, que analisa o impacto ambiental da produção em fábricas e fornece uma imagem clara do impacto ambiental de uma unidade produtiva – do consumo de água à gestão de resíduos, passando pela utilização de químicos e energia – os resultados foram igualmente positivos.

Em novembro de 2023, as unidades produtivas da Lenzing – com exceção do Brasil e da Tailândia, cuja avaliação está prevista para este ano – concluíram a primeira verificação externa com «excelentes resultados», sublinha a Lenzing. «Com quase 20 mil empresas participantes de diferentes sectores da indústria, que conseguiram menos de 50% na média total em 2023, as unidades da Lenzing conseguiram resultados verificados de mais e 70% a 95%», resume a empresa austríaca.