Kmart pode fechar mais postos de trabalho

A gigante Kmart Corp afirmou que a empresa planeia cortar mais postos de trabalho nas suas principais produções no Michigan, encerrando também vários postos nos seus 18 centros de distribuição. O presidente e director-geral da empresa sediada em Troy, James Adamson, afirmou aos jornais Detroit News e Detroit Free Press que, “o último lugar onde querem poupar custos é nas lojas”, optando por despedir 35 trabalhadores do departamento de contabilidade. A Kmart fechou mais de 280 lojas e despediu 22 000 trabalhadores desde que pediu a protecção do capítulo 11 de processo de falências no início do ano. Adamson afirmou que a retalhista está a considerar o encerramento de mais lojas em 2003.