Jil Sander vendida

O grupo Prada anunciou finalmente a venda da marca Jil Sander à empresa privada Change Capital Partners (criada pelo anterior presidente da Marks & Spencer Luc Vandevelde). Chega assim ao fim meses de especulação em relação ao futuro da marca fundada em 1945 pela designer alemã Jil Sander. Em 1999, altura em que adquiriu a Jil Sander, a Prada definiu um plano de reestruturação para a empresa que resultou na saída da sua fundadora e na sua substituição pelo belga Raf Simons. A fundadora Jil Sander acabaria por deixar definitivamente a marca em Novembro de 2004, depois de ter voltado várias vezes anteriormente, tendo anunciado em Maio de 2005, o nome do novo director criativo da marca alemã Raf Simons. A venda da Jil Sander foi confirmada em comunicado por Patricio Bertelli, presidente do grupo Prada. «Como estamos concentrados no desenvolvimento das marcas Prada e Mil Mil, estou certo que a Change Capital Partners será capaz de fornecer o investimento necessário ao futuro crescimento da Jil Sander (…). Transformámos a empresa com o plano de reestruturação dirigido por Gian Giacomo Ferraris, e comçámos uma nova fase criativa com a recente chegada de Raf Simons. Desejo-lhes um futuro cheio de sucesso», refere. De acordo com o actual director-geral da Jil Sander, a marca tem um grande potencial para crescer, e afirma estar empenhado em alcançar as suas ambiciosas metas.Por seu lado, Stephan Lobmeyer, director-geral da Change Capital Partners espera conseguir aliar o talento criativo e a perícia de Jil Sander com a experiência da Change no retalho de artigos de marca.