ITV turca reforça digitalização

Face à reduzida digitalização da indústria de vestuário turca, a associação sectorial İHKİB criou o Centro de Transformação Digital, com serviços que vão do design 3D ao comércio eletrónico, passando por soluções de inteligência artificial.

Durante a última edição da IFCO, a associação de exportadores de vestuário de Istambul conduziu os jornalistas, incluindo do Portugal Têxtil, numa visita guiada ao novo Centro de Transformação Digital, cujo objetivo é aumentar as capacidades digitais das pequenas e médias empresas turcas.

O centro, fruto de uma parceria entre a Associação de Exportadores Têxteis de Istambul (İHKİB) e a Istanbul Fashion Academy, foi criado em 2021 e, neste terceiro ano de atividade, prepara-se para se transferir para um novo edifício no final do ano, segundo Hülya Güner, diretora do departamento de I&D de vestuário da İHKİB.

Davut Eren Şadoğlu, diretor do centro, descreveu o projeto como «um centro de exposição de fornecedores de soluções», em áreas como controlo de qualidade, inteligência artificial e soluções digitais, que retirem o papel das empresas. Além disso, fornece ainda programas de formação em design de moda. Está igualmente a ser dada atenção à transição para plataformas de comércio eletrónico – como com a tecnologia StyleShoots, que permite fotografar produto de forma profissional –, criação de conteúdos, branding digital e análise de dados. Programas de modelagem e design 3D, máquinas de corte automático e várias tecnologias de estamparia foram algumas das tecnologias demonstradas durante a visita. No fundo, indicou, o centro oferece serviços de transformação digital customizados para as necessidades específicas da indústria e das empresas.

Para serem elegíveis, as empresas são submetidas a uma avaliação através de uma ferramenta de maturidade digital que fornece um diagnóstico sobre o seu estado de digitalização e permite traçar um roadmap para o seu desenvolvimento.

Segundo Hülya Güner, o Centro de Transformação Digital «presta, às empresas no país e na UE, serviços em todas as áreas da cadeia de valor».

O centro expande a sua abrangência além da inovação tecnológica, fornecendo ainda serviços de fotografia e design e informação sobre o cumprimento nas áreas da responsabilidade social, além da preparação para a futura implementação do Passaporte Digital do Produto. «Através de serviços como integração tecnológica, educação, consultoria e criação de conteúdos ajudamos a guiar os negócios», sublinhou Davut Eren Şadoğlu.

De acordo com o plano estratégico para a indústria do vestuário apresentado em janeiro do ano passado pela İHKİB, apenas 16% das empresas turcas inquiridas tinham metas, projetos e ações relacionadas com a digitalização de processos e serviços. «As tecnologias de informação são pouco usadas na monitorização das operações da cadeia de aprovisionamento. 33,7% das empresas revelou ter instalado sistemas de tecnologias de informação, mas apenas os usam internamente», refere o documento.

Ainda assim, a digitalização é colocada como o segundo objetivo principal das empresas turcas, a seguir ao aumento dos fornecedores sustentáveis e antes da utilização de matérias-primas recicladas. «Segundo as respostas das empresas, 67,3% do sector quer aumentar a sua digitalização no futuro próximo», destaca o plano estratégico.