Inditex cresceu 26% em 2005

Os lucros do grupo espanhol Inditex, aumentaram 26% em 2005, para os 803 milhões de euros, de acordo com dados divulgados hoje pela empresa. O período a que se referem estes números vai de 1 Fevereiro de 2005 a 31 de Janeiro deste ano. O volume de negócios da empresa neste período atingiu os 6.741 milhões de euros, mais 21% do que no ano anterior, com uma margem bruta que cresceu 23% e que representa 56,2% das vendas. As vendas internacionais do grupo representaram 57% do total enquanto os mercados europeus, sem contar com o espanhol, representaram 38,8% do total. O fluxo de caixa gerado permitiu, segundo a empresa, manter a política de reinvestimento no crescimento do negócio, com investimentos no ano passado de 812 milhões de euros. Em 2006 a Inditex tem previsto um volume de investimento de entre 850 e 900 milhões de euros para a abertura de novas lojas, nomeadamente na Europa e Ásia Pacífico. No ano passado a empresa abriu um total de 448 lojas, pretendendo abrir entre 410 e 490 nos próximos 12 meses (ver artigo PT). Por marcas, a Zara terminou o ano com 852 lojas (prevendo-se para 2006 entre 130 e 140 novas aberturas), o que representa 80% da presença internacional da Inditex. A Kiddy´s Class conta com 149 estabelecimentos, a Pull and Bear com 427, a Massimo Dutti com 369 e a Bershka com 368. Todas estas marcas estão representadas em Portugal. Com base nos resultados, o Conselho de Administração da Inditex deverá propor à Junta Geral de Accionistas o pagamento de um dividendo ordinário de 0,52 euros por título.