IBM desvenda os segredos das etiquetas inteligentes

A IBM Japão desenvolveu um sistema de gestão de inventários de vestuário que usa etiquetas de cerâmica inteligentes. Estas etiquetas laváveis, do tamanho de um botão, foram concebidas pela sua conterrânea KRD, podendo suportar temperaturas até 200 ºC durante 6 horas e elevadas pressões. O sistema, avaliado em 3 milhões de dólares, será primeiramente instalado numa empresa que fornece luvas hospitalares e outros artigos a instituições hospitalares. As etiquetas inteligentes permitirão reduzir o inventário em excesso e ter em registo se uma determinada peça de vestuário está a ser usada ou se encontra na lavandaria. Espera-se com estes sistema economizar custos anuais de cerca de 700 mil dólares. As etiquetas operam numa frequência de 13,56 MHz e o seu custo unitário ascende a aproximadamente 2 dólares.