Humana bate recordes em Portugal

A associação sem fins lucrativos especialista na recolha e venda de vestuário usado registou vendas recorde no ano passado em Portugal, capitalizando a cada vez maior adesão dos consumidores aos artigos em segunda-mão.

[©Humana]

De acordo com a Humana, em 2023 foram vendidas 2,5 milhões de peças de vestuário em segunda-mão nas suas lojas, o que representa um crescimento de 11% face ao ano anterior e de 119% em comparação com 2019, o ano de referência pré-pandemia.

Em valor, a Humana registou em 2023 um volume de negócios de 10,8 milhões de euros, o que representa uma subida de 27% face a 2022 e de 166% na comparação com 2019.

O crescimento das vendas da associação está em linha com a evolução registada em termos mundiais: o 12.º estudo da Thred Up sublinha que a venda de vestuário usado aumentou a um ritmo 15 vezes superior ao do retalho de vestuário novo, devendo atingir 350 mil milhões de dólares em 2028.

Razões económicas e ambientais ocupam os lugares cimeiros dos motivos para a aquisição de vestuário usado. Num inquérito realizado a clientes entre junho e setembro do ano passado, a Humana concluiu que «o benefício ambiental é a razão mais invocada para escolher secondhand (73% dos inquiridos), logo seguida pelo valor estético das peças (72%). 47% dos clientes afirmam possuir um guarda-roupa composto maioritariamente por roupa de segunda-mão», indica em comunicado.

Parte das peças vendidas nas lojas Humana, que emprega 157 pessoas, provém de doações feitas através da rede de 1.042 contentores geridos pela organização em Portugal, através dos quais foram recolhidos, no ano passado, 3.105 toneladas de têxteis usados, o que representou um aumento de 11% face a 2022. Após triagem, os artigos aptos a serem reutilizados são encaminhados para as lojas, assim como para outros mercados no estrangeiro.

Os lucros resultantes das vendas de roupa usada são investidos em projetos de cooperação internacional, com a associação a apoiar «a atividade dos seus parceiros de longa data na Guiné-Bissau e em Moçambique, financiando projetos nas áreas da educação e da saúde».

Atualmente, a Humana conta com 21 lojas em Portugal, 15 em Lisboa e seis no Porto, quatro das quais especializadas em moda vintage, refere.

Já este ano, a associação remodelou duas das suas lojas e anuncia que «mais remodelações e novas aberturas (fora dos dois maiores centros urbanos) estão previstas ainda para este ano».