H&M cria empresa para escalar reciclagem

Juntamente com a Vargas Holding, a retalhista sueca fundou a Syre, uma empresa que pretende liderar a descarbonização e redução de resíduos da indústria têxtil através da reciclagem fibra a fibra a grande escala, a começar pelo poliéster.

[©Syre]

De acordo com o comunicado desta nova joint-venture, a Syre irá estabelecer várias fábricas em todo o mundo para a produção circular de poliéster. A empresa vai fornecer poliéster reciclado a partir de resíduos têxteis com qualidade semelhante ao poliéster virgem e com uma performance superior em termos de sustentabilidade, permitindo reduzir as emissões de dióxido de carbono equivalente em até 85%.

A primeira unidade produtiva deverá ser construída na Carolina do Norte, nos EUA, e deverá estar operacional em 2024. Com base neste primeiro projeto, o processo deverá ser rapidamente escalado a nível mundial, a começar pela Ásia e pela Europa.

Dentro de 10 anos, a Syre aspira a ter 12 unidades de muito grande escala a funcionar e a produzir mais de 3 milhões de toneladas de poliéster circular. A empresa poderá depois expandir para outras fibras e tecnologias no futuro.

«A Syre marca o início de uma grande mudança têxtil. Imaginamos um mundo em que todas as fibras têxteis veem um novo dia. Ao implementar uma verdadeira reciclagem fibra a fibra a hiperescala, queremos impulsionar a transição de uma cadeia de valor linear para uma circular ao usar os resíduos têxteis vezes sem conta», afirma Dennis Nobelius, CEO da Syre.

A Syre tem como fundadores o grupo H&M e a Vargas Holding, que tem experiência na criação de empresas como a Northvolt, a H2 Green Steel e a Aira, tendo ainda como investidor o TPG Rise Climate.

A H&M assegurou um acordo inicial com a Syre no total de 600 milhões de dólares, distribuídos ao longo de sete anos, que abrange uma parte significativa das necessidades da retalhista sueca de poliéster reciclado, que atualmente é essencialmente proveniente de fibras resultantes da reciclagem de garrafas PET.

«A nova empresa Syre é um importante próximo passo importante na jornada do Grupo H&M para integrar a circularidade no nosso negócio. Com esta solução para rapidamente escalar a reciclagem da fibra à fibra, queremos continuar a impulsionar e inspirar mais players da indústria a juntarem-se a nós a fechar o ciclo e acelerar a mudança para um futuro mais sustentável», sublinha Daniel Ervér, CEO do Grupo H&M.

«Tendo criado e escalado empresas que permitem a transição sustentável para toda uma indústria, estou extremamente entusiasmada por fazer parte da fundação da Syre. Enquanto solução plug and play para a atual cadeia de valor têxtil, a Syre será essencial para atingir objetivos de sustentabilidade ambiciosos para todas as indústrias que usam intensivamente poliéster, como a do vestuário, automóvel e decoração», acredita Susanna Campbell, presidente do conselho de administração e cofundadora da Syre.