Gucci pode ficar cara à Pinault

Segundo o jornal “The Wall Street Journal”, a má sorte da Gucci pode vir a afectar negativamente a Pinault-Printemps-Redoute SA (PPR), que comprou a empresa em 1999, quando esta ainda se encontrava no seu ponto alto. Para terminar a disputa com a Gucci, a Pinault prometeu aos accionistas minoritários da mesma, que se os seus títulos não valessem pelo menos 101,5 dólares em Março de 2004, as compraria por esse mesmo preço. Neste momento as acções da Gucci valem cerca de 94 dólares, pelo que a Pinault deveria pagar cerca de 4.270 milhões de dólares. Para conseguir dinheiro suficiente para fazer frente a esta promessa, a Pinault teve que vender alguns dos seus activos mais rentáveis. Além disso, a Pinault corre também o risco de perder dois dos homens mais importantes da Gucci, o seu estilista Tom Ford e o conselheiro delegado Domenico De Sole, cujos contratos expiram em 2004.