Giovanni Galli quer praias coloridas no verão

A marca portuguesa quer tornar as idas à praia mais coloridas e divertidas, com a nova coleção de beachwear a destacar-se pela versatilidade. Em tons monocromáticos de azul, verde ou vermelho, ou com versões em diferentes padrões, a Giovanni Galli, afirma, tem propostas para todos.

[©Giovanni Galli]

A marca portuguesa acaba de lançar a sua coleção de beachwear, numa altura em que as temperaturas começam a subir. «É tempo de começar a sonhar com as férias de verão, os mergulhos no mar e os longos dias de praia que só terminam com um sunset», refere a marca em comunicado.

As propostas são versáteis, mantendo a simplicidade que vigora na coleção para a primavera-verão, «que materializa um regresso às origens e a busca eterna pela simplicidade da vida», como explicou na altura do lançamento.

As opções nos calções de banho variam entre os modelos monocromáticos, em tons que vão do clássico azul ao mais ousado amarelo, e a «irreverência e modernidade dos padrões, que prometem tornar os dias de verão ainda mais coloridos e divertidos», garante a Giovanni Galli.

[©Giovanni Galli]
Além dos calções de banho, a marca apresenta ainda toalhas de praia, óculos de sol, chapéus e bonés. «Peças intemporais, modernas e fáceis de conjugar compõem esta linha, que alia o conforto à qualidade de sempre, especialmente pensada para o público masculino de todas as idades», resume a Giovanni Galli.

As propostas de beachwear complementam o guarda-roupa proposto pela marca para esta estação, que inclui fatos e camisas, mas também peças mais casuais como os polos e t-shirts. «A Giovanni Galli apresenta uma coleção pensada ao pormenor, tanto para o público executivo, como para os jovens apreciadores de peças com qualidade», sustenta a marca.

Fundada há quase 30 anos, que celebrará em 2022, a Giovanni Galli é detida na totalidade pela Unifato desde 2011 e contabiliza mais de 50 lojas em Portugal e 10 pontos de venda internacionais, espalhados pela Argélia, Cazaquistão, Egito, Eslovénia, Irão, Jordânia e Qatar.